Concessões de Rodovias

Postado por: João Altair da Silva

Compartilhe

        Concessões de Rodovias


O plano de concessões de rodovias, aeroportos e portos do governo federal é audacioso. Prevê um investimento bilionário. É salutar. É preciso. Faz parte da modernidade da organização do Estado. Está correta a Presidente Dilma Roussef. Diferente do Governador Tarso que acabou com os pedágios, levantou cancelas, soltou foguetes, uma comemoração baixa, Dilma faz o contrário. O problema é conseguir quem queira investir. E o Brasil não conseguirá fazer grandes obras sem as OASs, Camargos Correas, Andrades Gutierres da vida. Por enquanto estão autorizadas a participarem desses projetos. Mas, as licitantes precisam de segurança. Aqui no Rio Grande do Sul depois do que fez o ex-governador Tarso, ficarão com um pé atrás, sem segurança jurídica.


A cassação das promoções da Brigada Militar


Ficou muito feio, nunca havia visto na história desse Rio Grande, algo igual. Rebaixarem de patentes coronéis e tenentes-coronéis. Ao todo foram 23, inclusive, o Cel. Petersen que recém saiu do CRPO de Passo Fundo e foi para Porto Alegre, volta a ser Ten. Cel. O governador Tarso é acusado de usar muito peso no critério MERECIMENTO para promover os companheiros. A própria Associação dos Oficiais da Brigada Militar ingressou na Justiça e conseguiu derrubar as promoções. O que deveria cair de vez é esse critério subjetivo que é o Merecimento. Tarso ao invés de avaliar em 6, nota máxima, colocou 18, aí subiu a nota e promoveu os companheiros.   

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito