Uma semana com Pátria ou sem pátria

Postado por: Neuro Zambam

Compartilhe

Na semana que vem iniciamos o mês de setembro. Houve épocas em que esse período era ovacionado pelas escolas, prefeitos, governadores, presidentes, militares e outros. Quem tem em torno de 40 anos lembra dos desfiles escolares e das tropas de segurança. O tempo passou e a primeira semana de setembro perdeu o encanto, o glamour e o sentido.

Seria este um período passageiro? Há motivos para ser diferente? É preciso uma semana da Pátria?

Esse período delicado que o país atravessa demonstra o quanto é necessário que a população e especialmente os dirigentes (governantes) tenham os valores mais importantes da nação sejam os mesmo que fazem parte da alma ou razão pública da população.

Enquanto isso não se concretizar, teremos muitas semanas. Apenas semanas. Teremos territórios, porém poucas Pátrias. Também teremos políticos, entretanto, poucos líderes e deficientes personalidades.

A excelência de uma nação está na alma do seu povo e nos seus símbolos mais expressivos e nas datas mais significativas.

A semana é um símbolo. Que sinal? O que empolga? Quem respeita? Quem a ele se reporta ou dele lembra?

Como será essa semana para você, sua família, escola e seus brasileiros? Onde você vai passar essa semana?

CERTAMENTE O BRASIL PRECISA DE DIAS, SEMANAS E ANOS de construção, revisão, formação e realização de sonhos.

Bom trabalho e Boa sorte a todos!


Leia Também A goleada estranha do River O "arrastão" agora é da polícia! A vez de o Grêmio ser prejudicado Série Prata: de sétimo para o segundo lugar!