-São Mateus, apóstolo e evangelista (século I)

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
-Celebramos no dia 21 de setembro a memória de SÃO MATEUS, apóstolo e evangelista.
Jesus havia se estabelecido em Cafarnaum e com sua pregação e seus milagres suscitava a admiração e o assombro das pessoas. Mateus, chamado também Levi, ouviu-o falar e era tocado por sua mensagem, mas ele era um pecador público e, portanto, um excluído dessas coisas de Deus que exigem certa pureza de espírito. Exercia um oficio considerado infamante: era coletor de impostos. 
Mas um dia aconteceu para Mateus um fato inesperado e espantoso para as pessoas. Jesus de Nazaré em pessoa, passando próximo do posto do pagamento das taxas, onde o cobrador das taxas estava sentado, voltando-se para ele, disse-lhe: " SEGUE-ME". Bastou essa única palavra e Mateus "levantou-se e O seguiu" ( Mateus 9,9).
O nome de Mateus está ligado ao primeiro dos quatro evangelhos. Mesmo que a redação em língua grega chegada até nós não seja a original escrita por Mateus, é convicção comum que ele o tenha escrito em língua aramaica. Disso nos dá testemunho Eusébio de Cesaréia, referindo-se a uma tradição mais antiga: "Mateus, que pregou em primeiro lugar aos hebreus, presenteou-lhes seu evangelho, composto no idioma pátrio".
Não sabemos ao certo quais regiões foram evangelizadas por Mateus. Segundo uma antiga tradição, ele teria percorrido o Ponto, a Pérsia, a Síria e a Macedônia. Uma outra tradição pretende que seja apóstolo da Etiópia, onde teria convertido a filha do rei, a virgem Efigênia, e por isso teria sofrido o martírio. Deste  país, as relíquias tidas como suas teriam sido transportadas para Pesto e, portanto, para a catedral de Salerno no sul da Itália, onde são ainda hoje veneradas. Como evangelista, ele é representado como um homem alado ou um anjo.


Ouça a reflexão sobre o Evangelho do fim de semana (21) com o padre Neuro Zambam, diretor da Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo.

Leia Também 16º Domingo do Tempo Comum. Teve compaixão Vantagens do Programa Sustentabilidade Ambiental Empresarial Um Fusca com roupa de Jipe