Passo Fundo Futsal/Fasurgs: cinco rodadas de superação para garantir a permanência na Série Prata

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe

Olá, amigos internautas!

Há ainda um novo capítulo jurídico para o Passo Fundo Futsal/Fasurgs, que diz respeito ao jogo não concluído, a partir do abandono de quadra por parte do Tupan, que estava sofrendo 3x0. Isso fica para os advogados da agremiação. Opto no momento por abordar a exemplar reação da equipe da capital do Planalto Médio.

Para muitos, seria quase impossível escapar do rebaixamento. Os resultados negativos foram se acumulando e mesmo fazendo bons jogos, a derrota acaba sendo a consequência. A equipe do Passo Fundo Futsal/Fasurgs começava relativamente bem, com boas oportunidades e vantagem no marcador, porém se perdia na etapa complementar.

Assim foi por um longo período, sem deixar a última colocação. A goleada sofrida dentro de casa contra a Abelc parecia o fim para muitos, diante da dificuldade de reação. Para complicar, saíram os jogadores Maurício e Vini, contratados por agremiações da Série Bronze.

Foi, então, que a direção promoveu uma decisão bastante acertada: a contratação do técnico Rodrigo Sebastiani. Ele soube, com a sua experiência de anos de futsal, montar um esquema defensivo bastante sólido. Enfrentou quatro adversários perigosos e não perdeu. Foram quatro pontos preciosos, que se somaram aos outros três confirmados em julgamento da partida contra o União, de Nova Petrópolis.

No sábado contra o Tupan, novamente Rodrigo conseguiu montar uma estrutura eficiente, com 3x0 dentro de quadra, para seguir na Série Prata.

O time cresceu no momento certo e garantiu com êxito a sua permanência. Não foi fácil, mas é assim mesmo que os obstáculos devem ser enfrentados.

Méritos aos jogadores, à comissão técnica, à direção, ao departamento jurídico, aos patrocinadores e aos bons torcedores, que sempre estiveram ao lado da equipe.
A cidade de Passo Fundo é referência no futsal do Rio Grande do Sul. Superadas as dificuldades, vamos acreditar em um ano de 2016 marcado pelo sucesso, com a busca de uma vaga para a Série Ouro. Novos tempos e no adorável Ginásio Capingui.

Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!!!



Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!