Faltou o 10

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe
Na última quarta-feira, vimos o Grêmio, mais uma vez, ser eliminado prematuramente de uma competição. Prematuramente, pois o adversário era inferior. Sem tirar os méritos do Fluminense, mas o Grêmio tem um time melhor, jogadores mais qualificados. O  Grêmio vem apresentando um futebol melhor que o Fluminense ao longo deste ano, mas mais uma vez não deu, mais uma vez ficamos pelo caminho. E porque ficamos pelo caminho? Porque o Fluminense, mesmo sendo inferior, conquistou a vaga dentro da nossa casa?

Para mim, dois fatores. Primeiro, o nervosismo do Grêmio, a pressa e a ansiedade, que acabaram fazendo os atletas errarem muitos passes, todo esse nervosismo chegou até as arquibancadas, e aí eram mais de 40 mil pessoas tensas com o que estava acontecendo em campo. Segundo, o jogador solução: o Grêmio não tem  aquele cara que nas condições de quarta-feira iria pegar bola, acalmar os ânimos, diminuir a ansiedade e resolver as coisas para o tricolor! Faltou aquele cara da 10, que quando o jogo está ruim, ele pode dar uma melhorada. O Fluminense tem esse jogador, o Fred! É cone, não faz muita coisa, mas quando precisa resolve, ele foi o maestro do Flu na Arena, organizou o time, acalmou a garotada e ainda marcou o gol. Pronto, resolvido o problema do Fluminense: tem o Fred para isso, e foi um Fred que faltou para o Grêmio.

O nosso camisa 10 é o Douglas, que tem jogado bem, tem se esforçado, tem contribuido muito ao longo deste ano, mas nesse momento importante, que era a hora de ele aparecer ainda mais, de ele contribuir ainda mais, ele sumiu, ficou apagado durante todo o jogo. A responsabilidade era dele, que deveria resolver as coisas para o Grêmio, e não o fez. Por isso, faltou o 10. Dez que está faltando há muitos anos. Basta lembrar que há poucos anos não conseguimos eliminar o Atlético Paranaense em uma semi-final de Copa do Brasil na Arena!

Fica mais esse exemplo, mais uma eliminação para aprendermos. O Grêmio tem um grupo interessante, mantendo e com mais algumas peças podemos pensar em algo bom para 2016.


Leia Também STJ mantém decisão que afasta IR em uso de software por empresa Esperando demônios Batismo Infinitos acessórios para o Fusca