O combate à corrupção requer o máximo de investigação e de divulgação

Postado por: Israel Kujawa

Compartilhe

Por que a maioria dos deputados, liderado por Eduardo Cunha, com apoio de uma parte poderosa da imprensa, trabalham intensamente para derrotar e antecipar o fim do governo da presidenta Dilma?

Em texto anterior saudei o debate a e decisão, do Supremo Tribunal Federal (STF) em terminar com financiamento privado das eleições. Caracterizei o mesmo como um caminho para diminuir a corrupção na relação entre as empresas privadas e o estado. Seguindo a linha de identificar boas notícias, como forma de interpretar atual situação social, vale destacar o posicionamento da presidenta Dilma, que seguiu a orientação do STF e vetou a decisão da maioria do congresso, que deseja o financiamento privado das eleições.

Estas divergências e, em particular, a disputa acirrada entre o congresso e a presidenta Dilma mostra o quanto as medidas de combate a corrupção tem confrontado com o interesse da maioria dos deputados. Nenhuma das medidas para assegurar uma boa governabilidade enviadas pela presidente Dilma são aprovadas. Muitos afirmam e divulgam que isto se deve à falta de habilidade política da presidenta Dilma. No entanto, falta divulgar mais, um conjunto de fatos que esclarece o comportamento e o posicionamento da maioria dos deputados, liderados por seu presidente. Dentre eles destaca-se a informação de que o líder da maioria dos deputados tem milhões de dólares na Suíça, fato que precisa ser mais investigado e divulgado, pois se apresenta como uma pista para responder a pergunta formulada no início desta análise.


Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”