Os perigos dos pensamentos primitivos de pessimismo, ódio e destruição

Postado por: Israel Kujawa

Compartilhe

Parece ser muito simples descrever a crise em vigor: Os culpados por ela são o Lula, o PT e todos seus seguidores, incluindo a atual presidenta Dilma. Esta é a melhor forma de pensar?

Escrevi várias vezes, de forma direta e indireta, sobre a atual crise política e econômica. Sou desafiado por meus críticos a ser mais objetivo e direto nas análises. Em decorrência disto vou dialogar, neste texto, com os defensores e propagadores dos pensamentos primitivos de pessimismo, ódio e destruição. Esta forma de pensar se expressou, por exemplo, no velório do ex-presidente PT José Eduardo Dutra quando um grupo de anônimos espalhou panfletos ofensivos.

Este modo primitivo de pensar e de agir, expressando o desejo de prisão e de morte para os adversários políticos, representa a pior alternativa para um ser humano e consequentemente para a sociedade. A passagem de Lula e Dilma pela prisão são fatos históricos do século passado que precisam ser conhecidos, relembrados e bem interpretados. No século passado, Lula foi preso por liderar manifestações que defendiam os trabalhadores e por combater a ditadura militar. Neste século, a história parece se repetir, Lula está sendo ameaçado de prisão por ser um dos comandantes de um projeto de gestão estatal que confronta interesses. No início da década de 1960, também, havia no Brasil um projeto de gestão voltado para a parcela da sociedade que mais deveria receber atenção do Estado. Naquela época o presidente João Goulart e seus seguidores, como Paulo Freire, tiveram que fugir do país. Outros que resistiram, como é o caso da atual Presidenta Dilma foram presos e torturados. Outros, simplesmente desapareceram, foram mortos.

Em 2015, vários fatos demostram, novamente, um retrocesso nas relações humanas e sociais. O embate, a luta pelo poder e por concepções de sociedade são importantes para a democracia, mas precisam ser resolvidos através de práticas civilizadas e não no cultivo de sentimentos primitivos e dos priores desejos de ódio, de morte e de destruição.



Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito