Último

Postado por: Neuro Zambam

Compartilhe

No Evangelho de Marcos está escrito: “Se quiseres ser o primeiro seja o servidor de todos”. Esta é uma daquelas coisas que talvez não gostaríamos de ouvir. Ninguém quer ocupar o último lugar. Faz mal uma situação em que a pessoa não é referência, reconhecida ou excluída. Esse não é caso da afirmação anterior.

Entretanto, há lugar para todos no primeiro lugar? Certamente não, todos sabemos disso.

O certo é: os líderes, em qualquer grau, função, missão, cargo, etc... oscilam entre lugares diferentes, do primeiro ao último.

Penso que o desafio mais claro nesse contexto é sabermos estar no último lugar ou nos lugares intermediários com dignidade, confiança e luta para que, no momento em que ocuparmos os raros primeiro ou segundo lugares, este seja, também, fruto da competência, talento, ambição, mérito, crescimento e determinação pessoal.

A mesma sabedoria um líder precisa ter para ler o contexto e saber que aquele lugar precisa ser renovado, substituído e ocupado por outro.

Quem projeta apenas o primeiro ou o último lugar certamente não saberá ocupar nenhum.



Leia Também Ascensão do Senhor Delações, invasões, desocupações e manifestações Não matarás Estamos no auge da sujeira ou no início da limpeza?