-trigésimo domingo do Tempo Comum - 25/10/2015.

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
-O Senhor fez por nós grandes coisas; ficamos exultantes de alegria. - salmo 125(126), 3.
-Primeira leitura: Jeremias 31,7-9
prenúncio alegre de salvação e libertação.
-Segunda leitura: Hebreus 5.1-6
anúncio da investidura humana como mediador entre estes e o divino. O chamamento do Senhor àquele que de sua vida faz a missão de libertar e mostrar o caminho para o reino de Deus.
-EVANGELHO: Marcos 10,46-52.
Os evangelhos apresentam muitos relatos de milagres realizados por Jesus. Neste final de semana a cura do cego. Para quem acredita nesses relatos, recebe a confirmação da missão de Jesus como o Filho enviado por Deus. Os milagres libertadores de Jesus são fonte de esperança. Através deles, experimentamos a presença de um Deus misericordioso, que não esquece ninguém e vela por todos. 
Como cristãos, nós também temos a capacidade de fazer "milagres". Se trabalharmos pela justiça e pela paz, se ajudarmos a libertar os pobres de suas opressões, se nos entregarmos ao serviço pelo bem de todos, então seremos como Jesus e teremos o poder de curar. 
-Nos dias atuais, com tanta falta de paz e discórdia como realizar milagres? Somente contando com a presença e a graça deste Deus misericordioso que é eterno e tendo um coração bondoso, atento e aberto para as necessidades dos menos afortunados. 

Confira a reflexão com o padre Neuro Zambam, sobre o Santo Evangelho.

Reflexão sobre o Evangelho de domingo (25/10), com o padre Neuro Zambam.

Leia Também Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasileiro afrodescendente Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasieliro afrodescendente “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo