Obras públicas: agendar data de reforma já na inauguração

Postado por: João Altair da Silva

Compartilhe


O prédio do CAIS da São Cristóvão, localizado ao lado do quartel da Brigada Militar, está fechado há meses para reforma. Conforme o secretário da saúde de Passo Fundo, Luiz Arthur, a engenheira responsável pela reforma mandou fechar porque era tanta infiltração de água que em dias de chuva havia risco do teto. Me impressiona! Esse prédio tem cerca de 10 anos apenas. Lembro também da recente inauguração do CAIS da Vila Hípica, igualmente, está fechado para reforma. Lembro-me ainda quando inauguraram o Hemopasso, na 7 de Setembro, três anos depois o piso estava podre e começaram as reformas. O PAR, prédio do Minha Casa Minha Vida, da Petrópolis, apresentou infiltração de água nos primeiros dias em que moradores, anciosos com a conquista do seu canto, foram morar. No PAR do Boqueirão, a cena se repetiu nos primeiros meses. Impactado com esse descaso nas obras públicas e ingênio, dias atrás perguntei para um corretor de imóveis quantos anos durava um prédio com apartamentos. Por pouco não me chamou de burro. Prédio construído pela iniciativa privada para privados não tem fim. Minha sugestão aos gestores públicos é que façam as inaugurações e já agendem a data de reforma de suas “obras” mal feitas.  

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito