PARIS: vamos lá tomar um chimarrão

Compartilhe
A França de fato é a Terra de todos. Na semana passada vimos a desgraça dos atentados que [junto com outros que não foram conhecidos ou divulgados com a mesma intensidade] representam o fracasso do tecnicismo [usando uma palavra de Francisco na Laudato Si] e de muitas teorias ou instituições laureadas pela França e em muitos países. Na semana que vem ocorrerá a conferência sobre o clima organizada pela ONU e com a presença de personalidades, chefes de nações e outros sem tanta relevância. Na verdade esta tentativa de concluir um acordo e assiná-lo representa um sinal [pelo menos] que é possível pensar um modelo de desenvolvimento menos predatório e insano do que este que caminha a passos largos rumo ao colapso humano e ambiental. Com a desigualdade aumentando no mundo, os líderes sem autoridade, as instituições frágeis e o terrorismo avançando, um acordo [mesmo que interessante] será apenas um sinal. Entretanto, temos que ir a Paris, não podemos ficar em casa desatentos e alienados [olhando apenas o – ou – do Brasil] como se essa cidade não existisse ou o que acontece lá nada tenha de significado. A presidente Dilma conformou que estará lá. Vamos juntos, e assim saberemos o quatro é possível fazer pelo mundo. A beleza de Paris será maior com a nossa presença. Confirme logo.

Leia Também ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA Obrigado, religiosos e religiosas 8 dicas de marketing infalíveis para conquistar seu público Feminicídios em alta no Brasil