Exemplo vascaíno: a fidelidade de uma torcida

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Eu admiro os verdadeiros torcedores, ou seja, aqueles que estão ao lado de seus clubes nas vitórias e nas derrotas. Participar só da festa é muito fácil. Nesse domingo (30), fiquei admirado a acompanhar a demonstração de fidelidade dos vascaínos. Com uma tempestade e ingressos com preço fora da realidade brasileira, estavam dando a sua contribuição, incentivando jogadores muito bem remunerados. Queriam que esses,  pelo menos, dessem um pouco mais de si no gramado, já que falta a qualidade técnica. Muitos desses atletas sairão, com o time permanecendo na Série A ou sendo rebaixado. Cumprem seus contratos e seguem a jornada.
A torcida permanece, com ônus ou bônus. Com exageros ou não, mas sempre fiel. Foi o que já aconteceu com as plateias de clubes tradicionais, como Fluminense, Grêmio, Atlético/MG, Corinthians, Botafogo, Palmeiras, entre outros. Torço pela permanência do Vasco na Série A pela sua maravilhosa torcida. Não por seus dirigentes, que falaram demais no Campeonato Carioca e não montaram um elenco à altura da tradição alvinegra.
O futebol é uma paixão nacional, mas tudo tem seu limite. A vida é feita de outros desafios. Os times caem e voltam. Na segunda-feira tem estudo e trabalho, com as contas a pagar, em um país marcado por tanta corrupção.
Mesmo assim, admiro essa gente que torce de verdade por um clube, o qual se torna parte indispensável de sua existência. E o que seria da vida sem emoção e sem paixão?

Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas