O Duque

Postado por: Clovis Oliboni Alves

Compartilhe
Um dos crimes mais repudiados pela sociedade e discriminado até mesmo pelos próprios apenados dos presídios e internos dos Centros de Atendimento Sócio-educativo, é o crime de estupro.

O estuprador, conhecido vulgarmente nos sistemas como “Duque”, é um ser odiado e perseguido pela sociedade e por seus pares, sendo alvo de violência e de rejeição pelos demais presos. Estamos falando de um crime imperdoável pela sociedade em geral. Em situações de motins, o Duque, geralmente é usado como vítima de violência para impactar as autoridades e pressionar nas negociações, sendo eles também, que geralmente dormem no chão nas celas lotadas, ficam sem a carne das refeições, têm suas roupas e pertences confiscados pelos colegas de cela, além de sofrerem abusos sexuais, dentre outras formas de agressão e violência.

Por incrível que pareça, com toda a modernidade e liberalidade sexual que se vive hoje a nossa sociedade contemporânea, o autor de um estupro, é tratado pela sociedade, com atitudes medievais (olho por olho, dente por dente...). Coisas da lei dos homens, que embora os códigos condenem, na prática acontecem, dentro e fora das instituições.


Leia Também Divisão de Acesso: avanços e retrocessos no regulamento Xiii, o Grêmio está em Dubai! Não vamos deixar o Papai Noel roubar a cena O Severino do Grêmio!