O desafio da primeira estreia do Passo Fundo em Gauchão há 29 anos

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!

Neste espaço daremos continuidade à recuperação de momentos marcantes do nosso esporte, com boas e difíceis etapas, para que a história seja eternizada, com destaque para o que envolve as equipes da capital do Planalto Médio. Para tanto, na semana de estreia do Esporte Clube Passo Fundo no Gauchão, importante é recordar como tudo começou.

Em 1987, o tricolor mal havia acabado de festejar o título da Segunda Divisão e já teve que enfrentar a sua primeira disputa jurídica. Sagrou-se vencedor. O São José, de Porto Alegre, justamente o adversário deste domingo, 31, requeria a vaga para o Gauchão. Fazia a alegação de que o Passo Fundo não havia participado de nenhuma competição, entrando direto no profissional. A defesa afirmou na época que isso não era obstáculo, uma vez ter vindo de uma iniciada fusão de Gaúcho e 14 de Julho.

Houve ganho de causa. O Passo Fundo entrou na Divisão Especial, com todos os méritos, pois era o campeão da Segundona. Mas, o período foi curto para a montagem do elenco. Com pouco tempo de treinamento, foi necessário estar preparado para o desafio de estrear de cara contra o Internacional, e no Beira-Rio.

O tricolor foi valente. Lutou muito, ganhou elogios da imprensa de Porto Alegre e até chegou a ficar perto do gol. O craque Claudio Freitas desferiu uma bomba, que explodiu no travessão do goleiro Taffarel.  Porém, a força colorada se evidenciou.  Bandeira, hoje técnico de futebol, inaugurou o marcador e o artilheiro Amarildo completou a fatura: 2x0 Internacional.

Ali tudo começou. A emoção se renova. O Gauchão de 2016 está chegando e com ele renasce a esperança de uma grande campanha do Passo Fundo.

Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas