Habemus futebol

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe
Finalmente a bola rolou, agora sim o ano começou no futebol. E olha, 2016 promete, em menos de uma semana já temos muito o que falar sobre a primeira rodada da Primeira Liga e do Gauchão.

Na quinta, o Grêmio deixou de vencer o Avaí, Bobo perdeu um pênalti, acontece, é do jogo, o Baggio perdeu um em uma final de copa do mundo, não vamos crucificar o cara. Em dois jogos o Grêmio marcou cinco gols, é uma boa média, mas ainda assim, mais um atacante é preciso. Porém a bola aérea continua sendo o pesadelo da zaga gremista, foi assim contra o Danúbio, foi assim contra o Avaí e foi assim ontem, contra o Brasil. Acredito que ajustando a zaga e encaixando mais um atacante o Grêmio fica pronto para a Libertadores.

Ontem, 31/01, o Passo Fundo também estreiou no Gauchão, da pior forma possível, tomou 3x0 em casa. Pelo que ouví da transmissão e dos comentários de Ari Machado, faltou muita coisa ao time. O grupo vem treinando a bastante tempo, a direção dá todas as condições de trabalho aos atletas e comissão técnica, por isso o time não pode ser tão covarde, não pode se deixar dominar pelo adversário, não pode tomar 3 gols em menos de 40 minutos! A sequência de jogos é dura, mas uma mudança de atitude precisa aparecer já na quarta-feira contra o Ypiranga em Erechim, senão, as dúvidas sobre o técnico Benhur Pereira só irão aumentar!

Não posso deixar de falar sobre a declaração do Edinho, após o empate de quinta-feira. Ninguém, em sã conciência pode acreditar que esse grupo do Grêmio é melhor que o do Inter, campeão em 2006. Talvez, eu disse talvez, Geromel e Grohe teriam condições de entrar, de resto, aquele Inter era muito melhor. Porém, e se esse Grêmio ganha a Libertadores, será que não mudaremos nossa opinião e passamos concordar com o Edinho? Pode acontecer. Certo é que o Edinho guarda mágoa do colorado, bom, isso não é raro, não é o primeiro que sai da beira do rio chateado com o clube. Mas enfim, colorados acalmem-se, o verdadeiro ídolo de vocês, Gabirú, continua se orgulhando da camisa vermelha.

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”