-Campanha da Fraternidade 2016.-

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Na Carta Encíclica do Papa Francisco - LAUDATO SI - ou Louvado Sejas o mesmo fala sobre o cuidado da CASA COMUM.
Ele diz que é na família que se cultivam os primeiros hábitos de amor e cuidados da vida. Cuidar da vida corporal e espiritual e do ecossistema é um ato de amor e um dever de todos.
A Quaresma é um tempo de preparação para os mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. É um tempo privilegiado para o jejum, a esmola e a oração, buscando-se nesta a força transformadora da graça de Deus e a Sua vontade para as nossas vidas. Na quaresma, a igreja também reflete sobre as práticas que nos levam às mudanças no modo de pensar e agir. No Brasil a CNBB apresenta aos fiéis a Campanha da Fraternidade com proposta evangelizadora em preparação para a Páscoa.
A Campanha da Fraternidade tem a missão de despertar o espírito comunitário e cristão; educar ´para a vida em fraternidade; renovar a consciência da responsabilidade social. 
Em 2016 a Campanha da Fraternidade é ecumênica e trata do tema: "CASA COMUM, NOSSA RESPONSABILIDADE", com o lema: QUERO VER O DIREITO BROTAR COMO FONTE E CORRER QUAL RIACHO QUE NÃO SECA". (Amós 5,24). 
O OBJETIVO: 
O objetivo principal da iniciativa deste ano será chamar atenção para a questão do saneamento básico no Brasil e sua importância para garantir o desenvolvimento da saúde integral e qualidade de vida para todos. Uma das grandes novidades desta edição da campanha ecumênica, é a participação da Misereor, entidade episcopal da Igreja Católica da Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento na Ásia, África e América Latina. A colaboração acontece em vista do desejo dos organizadores em transpor as fronteiras.
Pela quarta vez a Campanha da Fraternidade é realizada de forma ecumênica.
As outras três tiveram os seguintes temas:
Ano 2000 - Dignidade Humana e Paz - Novo milênio sem exclusões.
Ano 2005 - Solidariedade e Paz - Felizes os que promovem a paz.
Ano 2010 - Economia e Vida - Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro. 
É muito interessante que se leia o texto base.






Leia Também Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasileiro afrodescendente Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasieliro afrodescendente “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo