Precisamos cuidar da nossa casa coletiva

Postado por: Israel Kujawa

Compartilhe

Sentimos que, mesmo depois de serem respondidas todas as questões científicas possíveis, os problemas da vida permanecem completamente intactos. (Ludwig Wittgenstein)

Todos os anos, no período que antecede a páscoa, temos a oportunidade de nos envolvermos como tema da campanha da fraternidade. Através do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, para este ano, oportunamente, o tema proposto é: “Casa comum: nossa responsabilidade”.

O acesso à água potável, ao saneamento básico e ao alimento é condição necessária para vencer a injustiça social a pobreza e a fome. Quando nos sentimos membros de uma casa, desejamos que a mesma seja cuidada para o bem estar nosso e dos habitantes da mesma. Ocorre que além da nossa casa particular ou pertencente a um grupo restrito de pessoas, todos fazemos parte de uma casa comum chamada de planeta terra.

Da mesma forma que cuidamos da nossa casa particular, destinada para um grupo restrito de pessoas, precisamos cuidar da casa comum, na qual vivemos como seres humanos. Não seria possível imaginar uma vida particular satisfatória, com bem estar, em uma casa sem disponibilidade de água potável, saneamento e alimentação, para o conjunto dos seus moradores. Para além desta dimensão particular, o nosso bem estar depende das superação de condições adversas na casa comum, que está sendo afetado por altos índices de mortalidade infantil e de doenças evitáveis com o acesso à alimentação saudável e ao saneamento básico.

Os cuidados com nossa casa coletiva dependem da nossa responsabilidade, solidariedade individual e da consciência sobre a necessidade da revisão dos rumos do desenvolvimento produtivo e da distribuição dos bens materiais extraídos da natureza ou produzidos com a auxilio da ciência e da tecnologia. Nesta revisão, se faz necessário priorizar o bem estar para a totalidade dos sistemas de vida e dos seres humanos, assegurando o atendimento de necessidades básicas como água, saneamento e alimentação.






Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”