Semana santa e a casa comum

Postado por: Neuro Zambam

Compartilhe
No domingo iniciam-se as celebrações centrais da fé cristã. A chamada Semana Santa que remete a acontecimentos do passado cuja importância se renova a cada período e clama para sua atualização conforme as dificuldades, deficiências, conquistas e esperanças que implicam o nosso curto espaço da nossa vida.

O período é de recordação e renovação. A lembrança a cada período, neste caso todos os anos, é um exercício pedagógico e didático com o objetivo de jamais perdermos o elan que move um contingente significativo da humanidade e contribui para a construção do sentido da existência e para a melhoria das condições de vida material e espiritual.

Entre as áreas que precisam ser recordadas com persistência é o dever de reconciliação. O ser humano marcado pela possibilidade constante de quedas, encontra nos seus modelos pessoas compassivas e altruístas. Jesus de Nazaré é o mestre do recomeço e da reinserção. Como bom pastor acompanha, conduz, acolhe, cura e reconcilia. Ressurgiu das cinzas e do túmulo para estar permanentemente entre a humanidade como modelo.

Acreditar num líder vitorioso incentiva a permanente busca de uma vida vitoriosa.

O Papa Francisco, com maestria, percebeu as ameaças que pairam sobre os valores da fé cristã, especialmente quando se refere ao terrorismo, às novas formas de violência e perseguição à fé cristã em muitas partes do mundo. Em período recente, Francisco recordou que esse clima recorda os horrores do início da Igreja, especificamente o martírio e a perseguição. A banalidade da vida humana que ronda a política e a economia não pode ter sua origem nas religiões. Tal contexto amarga a sua própria legitimidade.

“Que a misericórdia anteceda o julgamento”, clama o Papa. Esse é um ensinamento que fomenta o cuidado da casa comum que precisa congregar cuidado dos humanos e dos recursos da natureza. As pessoas reconciliadas com Deus e a natureza são, também, misericordiosas com os demais.




Leia Também Fusca e outros motores GPS é medida útil é barata para o Interior Consciência negra, consciência política! (1) Quem será o novo Presidente do Brasil em 2018?