Liturgia de hoje - 21/03/2016

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
-"Maria pegou então um frasco de um perfume de nardo puro muito caro, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos." (Jo 12,3).
-Jesus participou de uma ceia no lugarejo chamado Betânia. Era a casa de Lázaro. Maria, sua irmã, toma um frasco de perfume e molhou os pés de Jesus. Esta foi repreendida por causa do preço do perfume, mas Jesus imediatamente interveio: "Deixa-a". Jesus reconheceu a devoção de Maria. Ela foi gentil e ofereceu o melhor que tinha. 
Histórias emocionam, exemplos arrastam, é o dito popular. Deus reconhece e ama todo aquele que faz o bem, todo aquele que deseja e espalha a paz por onde anda. Como o perfume que impregna o ambiente. Aquilo que se faz, inevitavelmente, reflete a personalidade, a fé e o desejo de espalhar a felicidade aos outros. Quem nada faz, o que poderá demonstrar?
Deus não contará a quantidade de obras realizadas, porém, aquelas que mostram desprendimento e amor. Maria ofereceu a Jesus o melhor. Seu perfume representava a sua fé e o seu amor. 
-Estamos já na Semana Santa e ainda é tempo de rever nossa caminhada como fiéis seguidores de Jesus e, como Maria, espalhar o melhor perfume neste mundo tão necessitado de justiça e paz. 
-Jesus querido, aceita o perfume de nossas obras. Que elas possam cheirar bem e atrair ao teu jardim muitos fiéis para a vida eterna. Amém. 

Leia Também Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasileiro afrodescendente Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasieliro afrodescendente “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo