Dieta sem glúten?

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe
Atualmente a dieta do brasileiro vem sofrendo alterações , tudo em vista da qualidade de vida e da boa forma.

Já passamos por várias transições de dietas, e cada uma, sempre r objetiva auxiliar a boa forma com maior rapidez, mas por outro lado contribuem para o efeito sanfona (engorda e emagrece).

Hoje a dieta da vez, é livre de glúten , pois bem ,mas será que funciona?????

Muitos tem referido ter reduzido suas medidas com essa modificação , mas uma questão é você ser intolerante e outra é retirar este ingrediente apenas por “modismo”.

O glúten é uma proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio e a cevada, confere elasticidade na receita de diversos alimentos, caso típico do pão: ao sovar a massa, o padeiro cria as redes de glúten, estruturas capazes de aprisionar o gás carbônico expelido pelas leveduras do fermento.

Cerca de 1% da população mundial possui a doença celíaca,nela, o glúten não é bem aceito pelo intestino. Quando ele chega ao órgão desses pacientes (e só neles), desencadeia uma reação do sistema imunológico, que destaca células de defesa para atacar a região. Nessa briga, acaba sobrando para as vilosidades intestinais, estruturas que são responsáveis por absorver os nutrientes da comida. Com as vilosidades inflamadas, claro que ela não é aproveitada da forma como deveria, bagunçando completamente o trânsito intestinal, para não dizer o estado nutricional daquele indivíduo, sendo os sintomas mais comuns: diarreia, dor, distensão abdominal e inchaço.

Por outro lado, há indivíduos que ao longo dos anos, devido irregularidade intestinal, podem desencadear um ´processo denominado e alergia ao trigo o que acaba confundindo os sintomas, nem sempre terá diarreia muitas vezes pode sentir o trato gastrointestinal comprometido. Isso ocorre principalmente para aqueles indivíduos que mantém um cardápio basicamente regada a pães, por isso é necessário diminuir ou retirar somente este item do cardápio.

Mas, antes de retirar qualquer item do seu cardápio é necessário ter a comprovação de que você realmente tem a intolerância ou alergia para isso existe exames específicos para detectar o problema , pois a retirada apenas por “ modismos “poderá desencadear futuramente a alteração .

Enquanto houver essas suspeitas, procure manter a dieta sempre equilibrada com frutas, verduras incluindo panificados nas modalidades integrais diminuindo o consumo de produtos refinados (brancos ).

Quando você conhece seu organismo será capaz de detectar qualquer alteração fisiológica




Leia Também Pobreza de propostas em campanhas eleitorais Alimentos aquecidos a altas temperaturas e risco de câncer Armando, Nicanor e Itamar. Nossa Senhora Aparecida, clamamos por paz!