Emoções na BSBIOS Arena: Johnny entra para a história do Sport Clube Gaúcho!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe

Olá, amigos internautas!

Foi uma linda festa esportiva nesse domingo, com a inauguração da BSBIOS Arena. O Sport Club Gaúcho derrotou o Grêmio, formado por suas categorias de base (mas sempre é o Grêmio), por 4x2. O técnico Ricardo Attolini foi eficiente na montagem e na reação, quando o adversário passou à frente.


Torci muito para que o primeiro gol fosse marcado pelo Gaúcho. Felizmente, aconteceu. Fica eternizado o nome de Johnny, da camisa número 7, que balançou a rede gremista aos 24 minutos. O jogador entra para a história do clube.


Méritos ao presidente Gilmar Rosso, pelo empenho ao longo dos anos para que o Gaúcho ressurgisse com força total. Hoje tem a sua casa, moderna, com o apoio da empresa BSBIOS, que está incentivando o esporte da comunidade. É o que também acontece com outras modalidades, como o voleibol, que já conquistou título estadual.


O domingo foi marcado pelas lágrimas. Nós conferimos todos os períodos angustiantes, desde o fechamento do Estádio Wolmar Salton, com a retirada dos móveis, a destruição lamentável do prédio e a busca pela ajuda dos torcedores, com contribuições em dinheiro nas arquibancadas em Marau. O Gaúcho renasce e vai dar muitas alegrias aos seus torcedores!


O Esporte Clube Passo Fundo termina a sua participação no Gauchão de maneira louvável. Iniciou a competição sofrendo duas goleadas e mais uma derrota no Estádio Beira-Rio. Cresceu, se colocou na posição de classificação e antes da rodada final já estava mantido na elite do futebol gaúcho. Faltou apenas um ponto, outra vez, como no ano passado. A arbitragem novamente foi figura central, a se lamentar.


O tricolor do Vermelhão da Serra não conseguiu o objetivo estabelecido desde que subiu para a Primeira Divisão em 2012: uma boa arrancada. Tem demorado a engrenar e os pontos perdidos de início fazem falta no momento final. Bem, se classificasse às quartas de final poderia ser apenas mais um jogo, pois teria pela frente o Grêmio na Arena. Agora é pensar a próxima temporada, começando por um trabalho intenso no segundo semestre. Há que se definir a base com a devida antecedência.


Lajeadense, Glória e Aimoré são os rebaixados. O desgaste é grande com a queda, especialmente por se tratar de três clubes tradicionais, com torcidas apaixonadas. O time de Lajeado havia conquistado todos os títulos do interior, mas não conseguiu manter o ritmo, com a saída do técnico Luís Carlos Winck. O Glória errou ao contratar um grande número de jogadores para ver se daria certo. Substituiu o técnico Clemer por Rodrigo Bandeira, mas a reação demorou. O Aimoré já iniciou com pouco futebol e quase em nenhum momento conseguiu empolgar. Mesmo assim, também tem uma linda torcida e com o tempo irá dar a volta por cima.


O treinador Ben Hur Pereira conseguiu um feito e tanto. Assumiu um Cruzeiro quase rebaixado e o manteve na elite do estado. Méritos a ele e aos demais integrantes da comissão técnica.


O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil perdeu para o América. Valeu a participação na Copa Alto Jacuí, com as verificações do técnico Rodriguinho. Muitos adversários estão um patamar acima, integrando a Série Ouro. A nossa realidade é a Prata, que começa no final do mês. Lá a torcida deverá apoiar bem mais, comparecendo em bom número ao Ginásio Capingui. O elenco tem bons jogadores e com o entrosamento os resultados positivos virão.


Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!














Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!