Terminou o Gauchão, (re)começou o Gaúcho

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe

Ontem, 03/04, foi a derradeira partida do Esporte Clube Passo Fundo no Gauchão 2016. Terminou com derrota para o Brasil de Pelotas e acabou eliminado ainda na primeira fase. Ontem, 03/04, em Pelotas, o “charmoso”, mostrou todo o seu charme, com uma arbitragem tendenciosa, caseira e medrosa. Brasil de Pelotas, um dos queridinhos da FGF, não poderia perder o jogo, pois corria risco de queda para o acesso, Francisco Neto tratou logo no início de resolver tudo, expulsando um jogador reserva do Passo Fundo. Isso mesmo. Amaral levou amarelo e vermelho estando no banco de reservas. Depois, o lateral esquerdo Alisson Gaúcho foi prá rua. No segundo tempo, o auxiliar técnico e o técnico do Passo Fundo também foram expulsos. Resolvido como a FGF queria: Brasil na próxima fase. O que o Chico Neto queria: sair numa boa do Bento Freitas. E o Passo Fundo eliminado.

Ué, mas as reclamações do trabalho do Chico não era “ranço” do Felipão? Não era choro de gremista que não ganha nada há 15 anos? Tá aí, um dia foi com o Grêmio, ontem com o Passo Fundo. Quem será a próxima vítima da péssima arbitragem de Francisco Neto?

O Passo Fundo não foi eliminado ontem em Pelotas. Foi eliminado quando tomou sete gols nas duas primeiras rodadas. Foi eliminado quando deixou de ganhar jogos como em Vacaria e Rio Grande, por falta de qualidade nos jogadores de ataque. Foi eliminado quando deixou pontos escaparem dentro do Vermelhão da Serra. Sejamos honestos, faltou qualidade ao elenco para conquistar a classificação e a vaga na série D do Brasileiro. Paulo Porto fez o que pode com o que tinha em casa. Tirou tudo o que tinha para tirar de seus jogadores, foi até onde deu. Parabéns a comissão técnica e a alguns jogadores, como o goleiro Matheus e o zagueiro Léo Kanu, pra mim os dois melhores do time.

Ainda sobre a torcida mista no jogo contra o Grêmio, tirando o julgamento se foi bom ou ruim para o clube, a torcida do Grêmio deu show, atendeu ao chamado do EC Passo Fundo e lotou o estádio, mostrou a força da torcida tricolor. Querer culpar a torcida por uma derrota de 5x1 é raso demais!

E, por falar em torcida. Ontem a do Gaúcho voltou pra casa. Depois de nove anos o Gaúcho voltou a jogar em casa! Inaugurada a BsBios Arena, a nova casa do Gaúcho. E começou com o pé direito: 4x2 no sub-19 do Grêmio. Torcida presente vestindo as cores do periquito, um dia para a história. Parabéns ao presidente Gilmar Rosso e toda diretoria do Gaúcho pelo feito. Agora é aguardar a FGF dar início à segunda divisão. A primeira é uma bagunça, o acesso mais bagunçado ainda, imagina a segunda divisão!



Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”