A comunicação para a paz e a verdade

Postado por: Neuro Zambam

Compartilhe
O ser humano, entre as diversas caracterizam e o acompanham, está a sua capacidade de comunicação e assim atuar nas mais diversas áreas da sua existência. O homem é um ser de comunicação. Sequer conseguimos imaginar uma vida solitária, sem relações ou mesmo destituída de agitações e problemas que nos animam e impulsionam nossas ações.

O momento que o país vive é um retrato do poder e da capacidade de manipulação da comunicação por meio de discursos, jogos de palavras e exposição de interesses complexos. Pois bem, então precisamos acabar com a comunicação? A resposta certamente é negativa. As motivações para continuar nossa crença na comunicação é o oposto das deficiências, ou seja, somente pela comunicação sabemos o que acontece no mundo, no Brasil, na região e, porque nos interessa sobremaneira, também, o que acontece bem perto das nossas casas.

As múltiplas formas de comunicação nos aproximam mais e melhor da realidade e permitem que possamos construir uma visão crítica dos acontecimentos. Por outro lado, se descuidarmos, somos presas da manipulação, o que não constrói a verdade e a paz.

Comemoramos nesta semana os 47 anos da Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo, mantenedora das Rádios Planalto e da Revista Somando. Nosso desejo é que continuemos a servir nossa comunidade com disposição, diálogo e esperança.

Nossa vida tem mais sentido se for pautada pelo compromisso com os grandes ideais da humanidade. Aprimorar a comunicação é dever de todos, será mais apaixonante, quanto mais o amor às pessoas pautar o sentido da nossa vida.


Leia Também O que devo fazer para modificar ou ampliar a minha atividade já licenciada? Lendas, histórias e estórias A amizade é algo humano e divino! Esquerda e direita – saudades e compromisso