Procura-se um líder desesperadamente!

Postado por: Clovis Oliboni Alves

Compartilhe
Quem assistiu ao filme dos Minions, deve ter dado boas gargalhadas com a comunidade daqueles seres animados, buscando desesperadamente um “Chefe”, um líder, que naquele episódio, era vital para a sobrevivência de toda a aldeia dos Minions. Nesta busca, os encarregados por encontrarem o tão sonhado líder, partem em uma missão quase impossível, para encontrarem alguém que satisfaça o sonho de todos, que seja o salvador da Pátria, o represente dos anseios daqueles sujeitos; alguém para ser reverenciado e idolatrado por todos.

O enredo do filme, nos remete a uma comparação com nossa vida real, justamente por estarmos passando por um momento político, onde a busca por uma liderança que represente o povo brasileiro, tem sido desanimadora diante das opções as quais dispomos, no caso de um eventual impeachment. As denúncias de envolvimento com corrupção, têm manchado a imagem de muitos dos atuais políticos do Brasil, fazendo com que o povo brasileiro, viva uma fase de total descrédito com a política.

As pessoas querem um líder que seja arrojado, desprendido, abnegado, inteligente, que lute pelos interesses do povo e não em causa própria ou de sua família, que não minta e não omita informações sobre seu patrimônio... Enfim, o desespero é tanto e a falta de opções também, que estamos aceitando alguém honesto, apenas honesto basta. A frustração dos brasileiros com as lideranças políticas de nossa Nação, é algo sem precedente, vivemos um período de crise política e institucional dos poderes, onde a desconfiança e o descrédito da população, permeiam os bastidores do poder público, de uma forma geral.

É impossível que alguém com o mínimo de senso crítico e informação, que não esteja indignado com tanta roubalheira e corrupção no atual governo. As delações premiadas, acompanhadas das gravações telefônicas e de outros documentos e revelações feitas à Polícia Federal, tornaram-se públicas, fizeram com que a população brasileira, fosse para as ruas, pedindo justiça e punição para todos os culpados, uma indignação geral.

A grande frustração com a classe política envolvida nas denúncias, se dá, por uma questão muito clara: “Não se espera um comportamento mesquinho, ardiloso e ganancioso, de alguém que se propôs a trabalhar em prol do povo, principalmente por se tratar de um governo popular, com lideranças que emergiram e se forjaram na luta dos movimentos sociais”.

O fato é que assim como no filme dos Minions, nós estamos todos “desesperadamente” perdidos na busca por um líder. Não nos parece haver alternativas adequadas neste momento, embora que, do jeito que a coisa está, qualquer opção poderá ser um sinal de mudança, de reação a uma situação caótica e nebulosa, que precisa urgentemente ser superada.






Leia Também Solenidade da Assunção de Nossa Senhora. Bolsonaro e a esquerda Ser religiosa (o) Escute o que o outro realmente quer dizer!