Mesmo só jogando fora, Gaúcho é líder isolado da Segunda Divisão

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!

O Sport Clube Gaúcho ainda não jogou em casa e já é líder isolado da Segunda Divisão. Em três partidas fora da cidade, o alviverde conquistou duas vitórias e chegou aos 6 pontos.  Nada mau.
Nesse domingo, o alviverde esteve em Carazinho e derrotou o Atlético por 1x0, com gol marcado por Fischer na primeira etapa. No próximo final de semana, a torcida poderá finalmente ver o Gaúcho jogar a primeira partida valendo pontos da história da BSBIOS Arena, contra o São Borja.  Vamos esperar novamente um grande público, como ocorreu na inauguração da nova casa.  Verde que te quero Verde!

Confira como está a classificação da Chave A da Segunda Divisão: 1º Gaúcho (6); 2º São Borja e Nova Prata (4); 4° Apafut (3); e 5º Atlético (0). Na Chave B a liderança está com o Farroupilha, de Pelotas, com 6 pontos.

O São Borja não cruza o caminho do futebol passo-fundense desde o ano de 1985. Naquele ano enfrentou o Gaúcho pela Primeira Divisão. Faz muito tempo. O clube da Fronteira Oeste está retornando às disputas, graças ao empenho dos seus dirigentes.

O Atlético, de Carazinho, tem que ser saudado. Um pequeno grupo de abnegados, com a liderança de Gilberto Kamphorst, não mede esforços para manter acesa a chama da paixão pelo futebol na vizinha cidade. A caminhada é longa. O clube atleticano merece sempre a valorização pela sua trajetória, inclusive com título do interior nos anos 70.

Muito a se lamentar que a Federação Gaúcha de Futebol insista em um modelo sub-23 na Segunda Divisão. Não pela abertura de portas para os meninos que querem vencer no mundo da bola, e é esse o fator positivo. O negativo é que se impede que os profissionais de outras divisões possam estar em campo. Muitos ficam desempregados até o final do ano e ficam inclusive jogando campeonatos amadores em busca de um dinheirinho extra no final de semana.

Internacional e Juventude decidem o Gauchão 2016. Repete-se o encontro que foi marcado por grande rivalidade, hoje nem tanto. Depois da goleada de 8x1 do Colorado, pouco se falou muito no crescimento caxiense no confronto. Mesmo assim, o Juventude 2016 soube crescer no momento certo, superando o Grêmio pelo saldo qualificado.  Do Internacional, ainda sem apresentar atuações convincentes, demonstrou poder de chegada. Estabeleceu a meta de buscar o hexacampeonato e está de novo na final.  Há que se destacar o poder de chegada: são nove finais consecutivas de Gauchão.

O Audax é a novidade interessante do futebol brasileiro. Pode ser que não chegue ao título paulista, mas está na final, derrubando duas potências, o São Paulo e o Corinthians. É um time que joga em função do gol. Não fica preso em retrancas, que a todo instante podem ser vencidas pelos ataques adversários. À frente, o técnico Fernando Diniz, de boa formação, e que foi atleta de clubes como o Fluminense. Enquanto jogava, já havia quem dissesse que ele possuía o perfil para estar no comando de uma equipe. 

O América, de Tapera, conquistou o título da Copa Alto Jacuí de Futsal. A equipe do Passo Fundo Futsal/Fasurgs chegou até a semifinal. O objetivo maior é a Série Prata. E ela está chegando: será sábado, dia 30, contra a Abelc. Vamos esperar uma resposta maior dos torcedores, agora lotando o Ginásio Capingui. Agora é para valer!

Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!