Gaúcho: um visitante corajoso!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!

O Sport Clube Gaúcho está tendo um início excelente de Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão. Com quatro jogos fora de casa, venceu três e é líder isolado da chave. Trata-se um visitante corajoso, que não tem se contentado com o empate, mas buscado sempre os três pontos.
O técnico Ricardo Atolini está montando um time competitivo. Jovens promissores estão vestindo a camisa do periquito, com boa distribuição no aspecto tático, recebendo elogios dos adversários. Os jogos diante do Gaúcho são tratados sempre como bastante difíceis.  Time alviverde é líder com 9 pontos, contra 7 de Nova Prata e Apafut, 5 do São Borja e 0 do Atlético.
A classificação está encaminhada para a segunda fase. Agora é manter a dianteira na tabela, a fim de garantir para Passo Fundo a rodada decisiva da próxima fase, que será bem mais difícil.

AMISTOSO: Nesta quarta-feira, às 15 horas, o Gaúcho recebe o Internacional, com a sua equipe de base, na BSBIOS Arena. Trata-se de um bom espetáculo para os torcedores. Os ingressos estão à venda por R$ 5,00 e R$ 10,00, podendo ser encontrados com o amigo Adamastor, ao lado da Catedral, e também no próprio estádio. No domingo, o jogo pelo returno da Segunda Divisão será também em casa, diante do Atlético, de Carazinho.

SUB-20: Jogando na tarde deste sábado pelo Campeonato Estadual Sub-20, no Estádio Vermelhão da Serra, o Esporte Clube Passo Fundo derrotou o Aimoré, de São Leopoldo, por 1x0. O gol foi marcado por Rafinha, aos 4 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o time tricolor, dirigido pelo técnico Júlio César Nunes, subiu para 12 pontos, entrando na zona de classificação.

SÉRIE PRATA: O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil lamenta profundamente a atuação da arbitragem no jogo de Alvorada, no último sábado. Faltando 2 segundos para o encerramento do jogo, que estava empatado, houve a marcação de um tiro livre para a equipe da casa. Todos afirmam no lado passo-fundense que não houve a irregularidade.  O técnico Rodriguinho acabou expulso. Na cobrança, a bola na rede e zerou o cronômetro, com a derrota de 6x5.  É agora tentar esquecer do insucesso e focar na recuperação, sábado que vem, no Ginásio Capingui, diante do Figueira, de Tupanciretã. Não dá mais para adiar a primeira vitória dentro de casa na temporada.  Porém, há que se tomar cuidado com o adversário, que vem de vitória pela competição.

BOCHA: O Caixeral Campestre conquistou o título do torneio de bocha alusivo aos 47 anos da Rádio Planalto. A competição foi sediada pela Sociedade 15 de Novembro. Chegou em segundo lugar a equipe Intratec, em terceiro o 15 de Novembro e em quarto lugar o Clube Juvenil. A realização foi da Liga Passo-Fundense de Bocha e trata-se de uma competição que se tornou tradicional na cidade.

HEXA GAUCHO: O Internacional é hexacampeão gaúcho de futebol. Título conquistado com todos os méritos, pois priorizou a  conquista e a confirmou na prática em uma final inesperada, diante do Juventude. Se esperava que o Grêmio chegasse também, mas ficou pelo caminho. A direção colorada apostou na renovação do elenco, com a valorização dos jovens e para isso teria que contar com um treinador que aceitasse a sistemática: Argel. Bons valores surgiram. Para o Campeonato Brasileiro, os desafios serão maiores, mas pelo Brasil afora o panorama não é diferente. Todos precisam se reforçar, pois, ao contrário dos anos anteriores, não são muitas as opções de clubes favoritos ao título. É deixar a bola rolar para ver.

PAULÃO: Cada tem suas indicações a fazer em relação aos destaques do Campeonato Gaúcho. Votei em Paulão como o melhor jogador. O zagueiro do Internacional, embora tenha alguma limitações de ordem técnica, foi o símbolo da aplicação do time colorado na competição. Manteve a regularidade e marcou gols decisivos, além de ser um bom assistente. Em termos de ataque, as boas peças da competição deixaram a desejar.

Até a próxima!
Sejam felizes, vocês merecem!


Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas