O torcedor do Grêmio

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe
O torcedor do Grêmio é diferente. Começamos o ano empolgados, imaginando um bom primeiro semestre, com pelos menos duas boas possibilidades de títulos: Gaúcho e Primeira Liga. Torcida comparecendo ao estádio, número de sócios aumentando, e em campo, de novo nada! Três eliminações.

O gremista é diferente. Após perder em casa para o Rosário, o gremista acreditava em uma virada. Não deu, não veio, o Grêmio morreu mais uma vez. Uma semana toda da torcida revoltada com o time, fazendo protestos (pequenos), exigindo resposta do time, parecia que a torcida estava em crise com o clube. Aí começa o brasileirão, com um empate fora de casa, enfrentando o atual campeão. Um bom resultado. Pronto, a torcida já começa a perdoar a equipe mais uma vez. Na próxima rodada tem jogo na Arena contra o Flamengo. Não deve ter muito público, mas se vencer o Flamengo, e na sequência, conseguir uma resultado razoável contra o galo em Minas Gerias, volta aquele amor descontrolado.

É incrível como uma torcida que vem há tantos anos sem comemorar títulos, ao menor sinal de uma equipe competitiva já se anima. Desconfia, mas se empolga mais que isso. É difícil imaginar outra torcida tão fiel e tão fanática por seu time.

Os colorados que me desculpem, mas em uma final não conseguir colocar o maior público do campeonato e, após ser campeão, na provável despedida do seu atual ídolo (Alisson) levar pouco mais de 12 mil torcedores ao estádio demonstra a diferença entre as duas torcidas.

O torcedor gremista é diferente, está com saudade de comemorar um título, mas mesmo assim, está sempre ao lado do tricolor.


Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”