Caiu a casa, de novo!

Postado por: Dilerman Zanchet

Compartilhe
A cada vez que ocorre uma delação premiada, seja na Lava-Jato, seja em outra ação judicial em andamento, principalmente envolvendo políticos, ocupantes de cargos públicos ou operadores do sistema, a casa cai.

Desta vez foi o Machado, ex-presidente da Transpetro. Chutou o balde, jogando óleo quente em Renan, Sarney, Jucá, Lula, Dilma e outros tantos. Haverá de sobrar (imagino), até para Michel Temer. E não me surpreenderei. Não pelo fato de que o atual Presidente seja ou tenha envolvimento confirmado em atos ilícitos. Mas, sim, por que, nestas alturas, quem põe a mão no fogo por quem? Eu não.

Se Temer estiver envolvido (repito, não me causará surpresa), o que nos resta esperar do país ou do destino dele? Qual o futuro de nossos filhos? Quem estará apto a governar? O STF e Teori Zavaski ou Lewandowski?

O que nos aponta o futuro?

A maioria da população brasileira cansou. Cansou do PT e de seus mandatários. Cansou do PT e de seus seguidores que foram submetidos à lavagem cerebral e só veem coisa boa nele. Cansou dos que dizem que o impeachment é golpe, mas não conseguem justificar o desvio do orçamento e os erros cruciais do governo, inclusive das mentiras que ela contou na última política.

O povo cansou de ouvir a palavra golpe, proferida por quem defende aqueles que passam meses em seus apartamentos em Miami, no sítio de Atibaia, no esquema sujo da compra de Pasadena. O povo cansou de quem precisava do PMDB para eleger Dilma, enalteceu Temer e agora grita golpe.

Precisamos de ética e moral na política brasileira. Para não afundarmos numa ditadura. De esquerda ou de direita.

Aí é que a casa vai cair de vez.




Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito