Há vagas para políticos honestos!

Postado por: Clovis Oliboni Alves

Compartilhe
Diante de uma das maiores crises econômicas e morais em que vive nosso País, o desemprego atingindo índices aterrorizantes de mais de doze milhões de desempregados, uma classe abre vagas para homens e mulheres de boa índole, com perfil arrojado, perseverantes, com visão futurista de empreendedorismo e cunho social. Que seja altiva em suas posições, que tenha eloqüência, habilidade para articular alianças, inserção em meios sociais e acima de tudo, confiável para tratar com o erário público.

Estas características, são mínimas e indispensáveis para a escolha de um representante político, porém, o que está sendo revelado pelas investigações da Polícia Federal e as delações dos envolvidos, é que muitos dos políticos de hoje, não possuem as qualidades mínimas necessárias para ocuparem os cargos que ocupam. Estamos atordoados com tanta corrupção, conchavos e tentativas de “bloqueios” da justiça. A coisa ficou imoral mesmo! Perderam a vergonha e jogaram seus nomes na lama, entorpecidos pela ganância, a arrogância e a certeza da impunidade. O “novo” governo de Michel Temer, começou sua gestão, tendo que substituir de imediato, dois dos seus ministros, os quais foram revelados em gravações, tentando buscar meios para impedir o prosseguimento da Operação Lava a Jato. O presidente em exercício, não titubeou e com uma ação imediata, Michel Temer, tratou de afastar os envolvidos, porém, para nós brasileiros, fica a sensação de que está “Tudo dantes no quartel de Abrantes”.

Este é um ano de eleições e em meio a tantos escândalos na política brasileira, muitos dos políticos de boa índole, que realmente fazem a política como de fato deve ser feita, com respeito aos eleitores e ao patrimônio público, estão desistindo de concorrer e outros nem mesmo pensando em se candidatar. Isto é lamentável, pois sabemos da importância e necessidade que temos de bons representantes políticos. Precisamos incentivar as pessoas de bem a se candidatarem a cargos eletivos, a tomarem os espaços de representatividade, sob pena de que outros, nem tão bem intencionados assim os ocupem. Vamos incentivar as pessoas de bem a participarem da política, e, quanto aos maus políticos, estes devemos escrever em letras garrafais e em negrito: “NÃO HÁ VAGAS PARA POLÍTICOS DESONESTOS”, banindo da vida política, os que não possuem dignidade moral para ocupação de cargos públicos.

Os políticos eleitos, são uma pequena mostra de nossa sociedade. São representantes eleitos democraticamente para representar determinados seguimentos e para defenderem idéias e projetos que se identificaram com seus eleitores. Devem representar a população, acima dos interesses corporativos, com conduta ética, moral, humanitária, societária, democrática e em conformidade com a justiça brasileira, respeitando as leis e a cultura de nosso povo, que vêm demonstrando-se intolerante aos costumes da velha política.




Leia Também Façam uma estátua para Renato Um menino de vinte anos! Educação como horizonte A Síria é aqui?