Benefícios do pinhão

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

O pinhão, semente da araucária, árvore mais comum no Rio Grande do Sul, é uma fonte muito rica de minerais como ferro e cobre, sendo o ferro é um mineral que previne anemias e gera energia ao organismo e o cobre ajuda na absorção do ferroe é considerado uma ótima fonte de antioxidantes que ajudam a inibir o envelhecimento.

Para aqueles que sentem fadiga, tensão muscular e falta de energia, o consumo do pinhão pode ajudar a amenizar os sintomas, pois também é rico em magnésio, cálcio e fósforo. E ainda ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, por possuir boa quantidade de gorduras monoinsaturadas, que são as gorduras boas para diminuir o colesterol.

Concentra uma boa quantidade de luteína, um antioxidante importante para manter a saúde dos olhos e evitar a degeneração ocular e diminuir os riscos de catarata e olheiras.

Esta semente não pode ser consumida crua, podendo ser considerada cozida ou assada, dependendo da apreciação.

A semente pode ser consumida como lanche, picada ou processada e colocada em preparos, como sopas e saladas. A farinha do pinhão também pode ser uma opção para preparo de massas e não contem glúten.

O valor nutricional de 100 g de pinhão cozido contém em média: 174 kcal, 3 gramas de proteína, 15 g de fibras , além de baixo teor de sódio.

Moderação no consumo e cuidado quanto à adição de sal para não tornar esse alimento super nutritivo um inimigo da sua dieta.

Leia Também A quem interessa a não vinda da Havan? Óleo de cozinha usado. O que fazer? Unidade no essencial Da necessidade do uso da força no embate ao crime