Dignidade

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Deus criou o ser humano à sua imagem, à imagem de Deus o criou. Homem e mulher Ele os criou. (Gn 1,27.
Em sua Carta Apostólica Mulieris Dignitatem (sobre a dignidade e a vocação da mulher), João Paulo II citou as palavras de seu antecessor, o Papa Paulo VI.
"No cristianismo de fato, mais que em qualquer outra religião, a mulher tem, desde as origens, um estatuto especial de dignidade (...) Aparece com evidência que a mulher é destinada a fazer parte da estrutura viva e operante do cristianismo de modo tão relevante, que talvez todas as suas potencialidades ainda não tenham ficado claras."
Jesus disse a samaritana, no poço: " Se conhecesses o dom de Deus" (Jo 4,10), Ele se referia a si mesmo e mostrando o dom que ela já possuía, embora ainda o ignorasse, a sua dignidade. 
Isto vale para todas nós mulheres, na atualidade. Somos filhas diletas do Pai, criadas à sua imagem e semelhança, portanto, dignas de todo o respeito e reconhecimento como seres humanos, dotadas de inteligência, amor e capacidades ímpares. 
O valor da mulher contribui, muito e valiosamente, para o reconhecimento dos direitos humanos. 

Leia Também Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita! Eu só penso naquilo!