Atitudes de um líder coaching em tempos de crise

Compartilhe

Paramos e olhamos para todos os lados e muitos não conseguem enxergar a saída do atual momento que o país enfrenta. Nessas circunstâncias, os líderes deveriam parar e olhar para todas as perspectivas que podem surgir, mas, no entanto, ficam apenas identificando pontos negativos do atual momento. Para um líder coach, essa atitude não é tão complexa, pois esse profissional é capaz de imergir no problema, compreendê-lo e enxergar formas de transformá-lo em uma oportunidade. Esse é um dos diferenciais de se ter uma boa liderança. Diferente de seus concorrentes, você poderá usufruir de forma positiva desse período. Falando assim, parece fácil, não é? Ou mesmo óbvio. No entanto, sabemos que antes de qualquer coisa, é preciso ter um norte, uma direção, ou seja, uma estratégia definida para esse novo cenário. O planejamento estratégico é crucial para a sobrevivência das empresas e organizações nos próximos anos. Só assim é possível minimizar os riscos do negócio e preservar empregos.

Estamos atravessando um momento muito importante, e as lideranças terão que se desenvolver e se capacitar, pois possuem um papel decisivo para a longevidade de suas empresas e de seus colaboradores. É fato que uma equipe de líderes com habilidades e talentos complementares consegue avançar com mais rapidez e eficiência. A formação de líderes capazes e leais paga altos dividendos. O líder coach é capaz de tomar a frente da situação, assumir as consequências e mostrar humanidade diante de seus colaboradores. Dessa forma, ele conquista confiança, tranquiliza pensamentos e estimula sua equipe a trabalhar junto com ele e dar seu melhor para vencerem juntos os desafios.

Procuram agir sobre os acontecimentos, tomam atitudes, fazem as coisas acontecerem, colocam-se frente aos problemas, criando expectativas. Algumas sugestões que fazem a diferença:

1º. Um líder coach é engajado e engaja as pessoas. Lidere a partir do exemplo. Faça reuniões semanais, quinzenais ou mensais com sua equipe. Discuta sinceramente os problemas e proponha encontrarem juntos as soluções. Ouça na essência. Comunique-se permanentemente com seus liderados. A verdade é que se agir sobre os fatos, mudará a realidade.

2º. Desenvolva um Planejamento Estratégico, criando uma visão, uma direção, um significado. Envolva as pessoas no planejamento estratégico da empresa, visualize um quadro futuro e comunique-se com convicção e entusiasmo. Isso gera motivação e estímulo nos colaboradores para tomar atitudes, criando expectativas, inspirando a fazer parte do processo de mudança e a superar as dificuldades.

3º. Processo de Coaching. Em momentos como esses, em que as lideranças natas muitas vezes se sentem impotentes e com as suas capacidades decisórias, criativas e de ação abaladas, o processo de coaching pode contribuir muito para o restabelecimento do equilíbrio e retomada de uma posição efetiva e ostensiva por líderes e suas organizações. O coaching assegura que o líder retire o foco do problema, em que as pressões fazem perder o rumo ou perspectiva, e leve seu foco para a solução, agindo de maneira profunda na reconstrução da motivação das pessoas, restabelecendo um processo sinérgico voltado para resultados e metas.
No profissional denominado coach, o líder vai encontrar o apoio necessário a uma situação como essa, em que se estabelece um relacionamento de confiança baseado em princípios, valores e ética.

Como fato real, conto uma vivência como consultora de uma empresa de Passo Fundo, onde algum tempo atrás já prestava consultoria empresarial no desenvolvimento do planejamento estratégico e tivemos aprendizados e crescimentos maravilhosos para a expansão do negócio. Fiquei afastada durante dois anos e o empresário me convidou para retornar para a empresa como consultora, mas agora certificada como Master Coaching, contando com ferramentas e metodologia coaching. Retomamos a execução do planejamento estratégico, estabelecemos reuniões semanais com as equipes de trabalho com metas desafiadoras e motivadoras, onde todos contribuem com sugestões para as melhorias do processo, fazendo parte do negócio. Durante as reuniões, estou ao lado do empresário realizando coaching executivo e coaching grupo com a equipe, empoderando-os, estabelecendo autoconfiança, clareza nas informações e visão de futuro para alcançar resultados extraordinários, envolvendo e desenvolvendo-os para uma postura de alta performance. O coaching permite uma nova perspectiva, quando parece não haver mais saída, permitindo que o ser humano transcenda comportamentos limitantes e reencontre seus recursos interiores, se utilizando da melhor forma que pode de seus recursos externos, facilitando resultados significativos, mediante uma postura de alta performance.

Esse é um dos grandes desafios dos empresários: identificar quais são as necessidades e perceber que muitas vezes precisa-se estender a mão ir em busca de algo a mais que possa vir para identificar os pontos cegos, analisando e construindo em conjunto com as equipes pontos de melhorias. Com isso, o colaborador se engaja e motiva. Em contrapartida,  a empresa cresce e se desenvolve.

Em momentos de crise é necessário investir em planejamento organizacional, que vai desde perspectiva de aprendizado e crescimento com capacitação das equipes, melhorias dos processos, controle dos custos, manter e atrair novos clientes, com isso melhorando a perspectiva financeira. É uma situação poderosa de alavancagem e de aprendizagem mútua, sendo fundamental para a alta performance, seja em momentos de crise ou nos desafios do dia a dia.

Leia Também 16º Domingo do Tempo Comum. Teve compaixão Vantagens do Programa Sustentabilidade Ambiental Empresarial Um Fusca com roupa de Jipe