O direito à aposentadoria!

Postado por: Ari Antônio dos Reis

Compartilhe

Há anos ouvimos falar no déficit da previdência, que se traduz na diferença do que é arrecado e o valor pago aos aposentados e pensionistas. Sobre isso foram publicados vários estudos que afirmam que a conta não é tão simples assim e que existe uma falta do comprometimento do Estado na resolução de desvios e em cumprir com sua parte na arrecadação total.  

Mas é conveniente refletir sobre a possível resolução proposta pelo governo interino de ampliar o limite da aposentadoria para 70 anos de idade, além de desvincular o salário dos aposentados da variação do salário mínimo, conquista da Constituição de 1988.

Mais uma vez os trabalhadores, em sua maioria são dependentes do regime geral da previdência e sem outras formas de sustentação da vida quando sem condições físicas de trabalhar, são culpados pelos propalados rombos nas contas públicas e irão pagar pelas possíveis mudanças.   

  O aumento da faixa etária para obter a aposentadoria implica na vida daqueles que começam a trabalhar muito cedo e em condições difíceis, que com o tempo afetam a sua saúde. Se a proposta do governo seguir em frente estas pessoas trabalharão muito mais tempo para gozar do direito à aposentadoria.

Outro dado que revela um certo desconhecimento do Brasil de parte dos proponentes do aumento da idade mínima:  em 13 estados da federação a expectativa de vida é em média inferior a 70 anos, ou seja, muitos não atingirão com vida a aposentadoria.  

Existem outros mecanismos para superar o déficit previdenciário dentre os quais uma fiscalização mais rigorosa que previna as tantas fraudes que sangram os cofres públicos. Onerar mais uma vez os trabalhadores é injustiça que não resolverá a incompetência em administrar o pais.  

Leia Também Eu não acho que um professor deva ganhar bem - Parte II Empreendimentos sujeitos ao Licenciamento Ambiental O Fusca mais potente já fabricado pela VW A reforma política e a intervenção militar