Eleições municipais

Postado por: Ari Antônio dos Reis

Compartilhe

Começou o processo eleitoral nos municípios da região. É um dos caminhos de fortalecimento da democracia com incidência local. Serão pautados temas com maior proximidade da população, diferentemente das proposições sugeridas em âmbito nacional e regional.

Para os cidadãos é a oportunidade de aprofundar a participação política tendo presente o princípio do bem comum. Envolver-se em política é compromisso do cristão e, segundo o Papa Francisco, uma das formas mais altas de caridade. Neste exercício teremos oportunidade de debater a cidade que temos e a cidade que queremos.

Uma das orientações primárias é sabermos a função dos prefeitos e vereadores para que não votemos em projetos que não estão na alçada de tais cargos. A Constituição específica com clareza o papel do prefeito e do vereador.

A partir deste pressuposto cabe avaliar a história do candidato, sua conduta em termos de ética, como tem participado da sociedade, que serviços prestou para a coletividade, quais suas opiniões sobre temas significativos da vida social.

 Outro passo consiste refletir sobre as propostas que o candidato tem para o município, seja no executivo ou no legislativo. Cabe avaliar se tais propostas estão voltadas para o bem maior ou privilegiam apenas uma minoria, desconhecendo que um município tem uma diversidade de necessidades, que podem ser sanadas facilitadas pelo exercício de um mandato eletivo sério e voltado para o bem comum. 

Votar é direito e compromisso. Para que possamos exercer este direito acompanhemos com atenção este momento de debates e propostas em vista do bem viver da população do município.

Leia Também Divisão de Acesso: avanços e retrocessos no regulamento Xiii, o Grêmio está em Dubai! Não vamos deixar o Papai Noel roubar a cena O Severino do Grêmio!