Aos 117 anos, morre Maria Dominga Vaz de Lima, a dona ‘Minga’

Compartilhe
Foto: Rodrigo Accorsi/Rd Planalto   Foto: Rodrigo Accorsi/Rd Planalto 
Desde o ano de 2001 vivendo no Abrigo São José, mantido pela Fundação Beneficente Lucas Araújo, a dona Maria Dominga Vaz de Lima, carinhosamente conhecida como dona ‘Minga’, morreu na manhã deste domingo, 4, aos 117 anos. O velório acontece das 11 às 16 horas na capela B, do Cemitério da Vera Cruz. Dona ‘Minga’ era uma das mulheres mais velhas do Brasil.

De acordo com a irmã Carmela Casanova, que há mais de 25 anos trabalha no abrigo, a idosa sempre foi uma pessoa ‘de bem com a vida’. Ela sempre fazia exames periódicos e nunca teve qualquer restrição com relação à sua alimentação.

‘É uma das que menos toma medicamentos aqui no abrigo’, disse a irmã Carmela em entrevista à Rádio Planalto em 2014, quando a idosa completou 115 anos de vida. Nascida a 15 de agosto de 1899, ela não tinha parentes próximos. As informações sobre o falecimento de dona Minga são da assessoria de imprensa da Fundação Beneficente Lucas Araújo.

Leia Também Sindicatos: imprescindíveis neste momento histórico. Por que? Prefeitura terá estacionamento preferencial para idosos e pessoas com deficiência Homem atira em bebê de 10 meses depois de ter sido rejeitado pela mãe em uma festa Criminosos amarram funcionárias e roubam joalheria em Espumoso