A deputada e o (des)respeito ao Hino Nacional

Postado por: Dilerman Zanchet

Compartilhe

A foto em anexo, no final deste comentário, é de um “print” que circula desde ontem no Facebook.

O que você faria se ouvisse, ou visse, com teus ouvidos ou olhos (lógico), uma representante do povo gaúcho, política de certa influência entre os jovens, entoar, com um grupo de seguidores, o seguinte canto:

Ouviram do Ipiranga, Fora Temer

De um povo heroico, brado Fora Temer

E o sol da liberdade, Fora Temer

Brilhou no céu da pátria, Fora Temer

Se o penhor, Fora Temer

Conseguimos conquistar com Fora Temer

E por aí vai....

O que você, amigo leitor, faria?

É o mais cúmulo absurdo, desrespeito, falta de noção e integridade moral de uma pessoa, representante de uma parte do povo gaúcho (ainda bem que é minoria), fazer algo assim.

A nobre parlamentar, integrante de um partido de esquerda, que tem seguidores (e muitos), em Passo Fundo, conseguiu algo quase unânime: Criar uma absurda rejeição ao postar, em sua página no Facebook, estas imagens, provavelmente feitas com um celular de última geração, destes que não custam menos que 2,5 mil, pagos com o salário que recebe dos cofres públicos.

É a mesma pessoa que, há algum tempo, apoiou as manifestações a favor daquele grupo golpista que elegeu Michel Temer como vice-presidente, teve uma presidente incompetente na chapa, que foi destituída do cargo pelo democrático Senado Federal e que gritam que fizeram 54 milhões de votos. Mas que o vice, agora presidente, é golpista.

Estes mesmos que esqueceram que, não tendo sido votada a chapa por ele ser golpista, não teriam sido eleitos, o Brasil não vivenciaria uma das piores crises de sua história, não haveria tanto quebra-quebra por parte de arruaceiros da Anarquia e não estaríamos vivendo numa situação como a que o país atravessa.

Esta mesma “parlamentar”, que de parlamento entende muito pouco, mas que gosta de falar em democracia, mas vive em um partido comunista (comunismo e democracia estão para água e óleo), critica a mídia, as grandes empresas, o capitalismo, e foi comprar o enxoval de seu bebê em Nova Iorque, inclusive postando fotos em seu perfil pessoal.

Ora, senhora, volte à escola (de preferência no Tiradentes, em Porto Alegre, se conseguir passar nas provas, e vá aprender a respeitar os símbolos nacionais). Educação Moral e Cívica, algo que a senhora não deve ter conhecido em sua carreira estudantil, é uma matéria que ensinava a respeitar os valores e símbolos da pátria.

Hino Nacional, Bandeira Nacional, Brasão Nacional são símbolos pátrios e não se cospe neles, nem se criam frases pejorativas ou de protesto, senhora.

Pelo menos a mim esta parlamentar e seus séquitos não representam.

É mais uma vergonha nacional de esquerda. Da esquerda utópica e hipócrita que temos.

 

 

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito