Os perigos do consumo excessivo de açúcares

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

O brasileiro tem consumido muito mais açúcares do que deveria, chegando   em média a 55kg   por ano, enquanto a média mundial   corresponde a 21 kg. A quantidade é mais do que o triplo da recomendada pela Organização Mundial de Saúde, que é de 15 kg para o mesmo período.

O consumo excessivo de açúcar está associado com uma série de problemas de saúde: Considerando, aumento da pressão arterial e dos triglicerideos, diminuição do HDL colesterol (bom colesterol) aumento do risco de diabetes mellitus, obesidade, câncer, doenças osteo-articulares entre outras. Por esses e outros mecanismos, determina aumento também do risco de morte por doenças cardiovasculares.

 Vários estudos representam cada vez mais esses efeitos negativos a saúde, considerando um estudo em especial, identificando as pessoas que consomem mais de 21% das calorias diárias provenientes do açúcar de adição, tem o dobro do risco de morte por doença cardiovascular quando comparadas aquelas que consomem menos que 10%.

Dentre os alimentos que tem grandes proporções de açúcar de adição destacam-se os refrigerantes, bolos, biscoitos, doces e sorvetes além logicamente do próprio açúcar refinado. Vale ressaltar que o açúcar refinado não tem outros nutrientes, pelo contrário, é composto exclusivamente de calorias vazias, que engordam e não nutrem.

O excesso do consumo de açúcares também está associado a alterações do sistema nervoso central incluindo, ansiedade, depressão e transtorno bipolar.

Um das alternativas para minimizar esses riscos é diminuir o consumo de produtos refinados (pão branco, açúcares, doces em geral) e adotar uma dieta com aumento de fibras, e evitar a adição de açúcares em sucos, chás e café.  Ou seja, quanto mais açúcar é consumido, mais açúcar o corpo “pede”.

Iniciar uma prática alimentar saudável é o primeiro passo para garantir a prevenção de várias doenças e melhorar a qualidade de vida.

Leia Também “A verdade vos libertará” (João 8, 32) Absolver é dar um viva à imoralidade Corrupção – recursos recuperados serão utilizados para saúde e educação O seu terapeuta é psicólogo?