Para quem quer comprar um Fusca

Postado por: Júlio César de Medeiro

Compartilhe

Parte 1 – o motor

Tudo bem, você juntou coragem e dinheiro suficientes e resolveu realizar seu sonho de comprar um Fusca. Mas e agora? Como escapar das ciladas e acertar na escolha?

Na hora da compra, atenção especial para o motor. Aqui vão algumas dicas que podem lhe poupar muito dinheiro e dor de cabeça.

1 – Teste da polia: Com o motor desligado, ponha o Fusca em ponto morto. No motor você verá duas polias - uma grande (embaixo) e uma pequena (mais acima), ligadas por um correia. Pegue a polia grande e faça um movimento para frente e para trás, com toda a sua força, como se fosse arrancar a polia do eixo. Se notar alguma folga, o motor tem problema de folga no virabrequim. O reparo é caro. Se o carro não for MUITO barato, melhor continuar procurando.

2 – Teste da compressão: Junto ao bocal por onde se coloca o óleo no motor existe uma mangueira. Desencaixe-a e, com o motor ligado, acelere. Coloque a mão sobre o local onde a mangueira encaixa no motor e sinta o sopro de ar. O correto é não ter quase nada de fluxo. Se o sopro estiver forte o motor tem desgaste e a compressão acaba vazando, fazendo o motor perder força. O reparo é caro e necessita ao menos desmontar o motor e, as vezes, até retificá-lo. Melhor continuar procurando.

3 – Teste de vazamentos: Se puder verificar o carro no local em que ele fica guardado, melhor. Se não for possível, o ideal é fazer o motor funcionar e aguardar pelo menos 30 minutos com o carro parado para verficar se existe algum tipo de vazamento de óleo. Vazamentos maiores escorrem e formam poças no chão, embaixo do motor. Vazamentos menores deixam sujas as peças por onde escorre o óleo. Um pequeno vazamento não é um problema sério, mas você terá que estar sempre verificando o nível do óleo e completando se necessário. O conserto normalmente é caro.

4 – Teste da fumaça: Motor bom não faz fumaça. As vezes, quando é muito frio ou muito úmido, pode fazer um pouquinho logo ao ligar, principalmente se estiver parado em lugar inclinado. Mas em poucos segundos a fumaça some. Portanto, se estiver fumaceando, está com problemas. Fumaça preta é sinal de motor desregulado e o conserto é mais ou menos barato. Fumaça clara (branca/azulada) significa óleo queimado e problema sério. Melhor continuar procurando.

5 – Teste do barulho: Faça o motor funcionar e acelere. Segure acelerado durante alguns segundos, solte rapidamente e volte a acelerar. Se ouvir estouros, pode ser escapamento furado ou motor fora de ponto. Conserto barato. Se ouvir barulhos metálicos, tipo ferro com ferro, pode ser problema sério e caro. Melhor continuar procurando.

Além dessas dicas, se você permanecer com dúvidas sobre o estado do motor, é importante levar o Fusca em um mecânico especializado em VW refrigerado a ar antes de fechar negócio. A experiência faz diferença nessa hora.

Na semana que vem continuaremos com as dicas para a hora da compra do seu Fusca. Grande abraço.

Leia Também Contenção de despesas em todas as classes Jaquetas femininas e masculinas inverno 2017 Juiz considera ilegal a cobrança da taxa de saúde suplementar Psicologia Jurídica