31º Domingo do Tempo Comum

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Salmo 144(145),1 Ó meu Deus, meu rei, eu vos glorificarei, e bendirei o vosso nome pelos séculos dos séculos.
A liturgia deste final de semana nos leva novamente à uma reflexão profunda para nosso seguimento a Jesus Cristo. 
O Evangelho, segundo evangelista Lucas 19,1-10 nos trás a narrativa de Zaqueu, um homem muito rico, chefe dos recebedores de impostos, Sabendo que Jesus se aproximava de sua cidade e sendo de estatura muito baixa, sua curiosidade o levou a subir num sicômoro para que pudesse visualizá-lo. Jesus chegando àquele lugar levantou os olhos e lhe disse:"Zaqueu, desce depressa, porque é preciso que eu fique hoje em tua casa". Surpreso respondeu: "Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo". Disse-lhe Jesus: "Hoje entrou a salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão. Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido".
Este evangelho nos revela a pequena figura de um gigante, porque não teve medo de assumir sua pequenez. Subiu numa árvore para ver Aquele que seu coração ansiava e com grande felicidade O recebeu em sua casa, se redimindo. 
Se Jesus viesse a nossa cidade, quem de nós subiria numa árvore para vê-lo mais de perto? Este encontro é também o nosso grande anseio? Quando teremos coragem de descer da árvore e assumir o projeto de amor de Cristo Jesus?
Pensemos nisso.
A primeira leitura do livro da Sabedoria 11,22-12.2 nos coloca diante da grandeza de Deus e da certeza que, em cada queda Ele nos levantará novamente.  A segunda leitura de Paulo a comunidade dos Tessolonicenses 1, 11-2,2 é um apelo para que cada um, em sua vocação glorifique o  nome do Senhor para sempre.
Abençoado domingo a todos, na paz do Senhor.

Leia Também Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita! Eu só penso naquilo!