Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma campanha a ser valorizada!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos Internautas!
O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil chegou a uma condição de valorização em sua primeira tentativa de subir para a Série Ouro. Após todas as dificuldades enfrentadas no ano passado, com a luta contra o rebaixamento, o time cresceu na temporada e atingiu as semifinais, parando diante da equipe de melhor campanha da competição.
Foi um ano de superação. Os atletas, também com outras atividades profissionais, encontraram horários alternativos para efetuar os treinamentos, até mesmo no horário do almoço durante a semana. A destacar o excelente trabalho do jovem e promissor Alexandre Boeira, que, juntamente com sua comissão técnica, conseguiu introduzir uma boa sistemática. Os resultados chegaram e até mesmo houve um momento de consagração na fase anterior, eliminando o forte Alvorada (segunda melhor campanha) na casa do adversário.
Por sua vez, a direção conseguiu importantes apoiadores, mas ainda é pouco para o que a cidade pode oferecer em termos de patrocínio. Com o que se teve à disposição foi possível montar um plantel competitivo, que, em meio à disputa ainda perdeu jogadores, como Maicky, Zé Renato e Maurício Cebola.
O Guarany garantiu a classificação, dentro de um planejamento estabelecido, com uma cidade apaixonada pela modalidade. Contratou grandes jogadores, em meio à campanha substituiu o técnico Jarico por Vandré e os resultados foram alcançados.  Como se esperava, não seria fácil o desafio e o time de Espumoso venceu os dois confrontos pelas semifinais. Porém, foram jogos equilibrados, onde pesou o quadro de alternativas nos elencos. Em Passo Fundo, mesmo derrotada por 2x1, a equipe da capital do Planalto Médio lutou até o último minuto, parando nas defesas do goleiro adversário e também na trave.  Fora de casa, sofreu 3x0, mas há que se salientar que os dois últimos gols surgiram apenas no último minuto.
Apesar de todos terem estabelecido a meta de subir em 2016, não há motivos para se lamentar. Há muitas razões, sim, para se orgulhar do trabalho desenvolvido pelo Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil.

TORCIDA: Conhecendo bem a plateia passo-fundense, sabemos que o apoio poderá ser ainda mais intenso nas arquibancadas do Ginásio Capingui. A casa lotou mesmo na reta decisiva. Em alguns jogos, o comparecimento foi bem abaixo do que se esperava. Porém, quem esteve presente jogou junto com o time em todos os momentos.  Mesmo assim, o fator local pesou muito a favor do Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil. Derrotas foram contabilizadas apenas contra AGE e Guarany.  Muitos que estavam afastados estão retornando, o que indica que a paixão pelo futsal sempre e foi continuará intensa na cidade.

COMUNIDADES QUE AVANÇAM: Os parabéns também para as comunidades de Espumoso e Selbach, que alcançam o tão sonhado momento de figurar na Série Ouro, com Guarany e SASE. É um lugar onde Passo Fundo já figurou com destaque e que, dando sequência ao seu projeto, certamente em breve retornará. A destacar o trabalho do professor Javali. Selbach foi crescendo e avançou no momento certo, eliminando o Lagoa Futsal e posteriormente passando pela Abelc, com duas vitórias.  O treinador mostrou toda a sua capacidade de liderança. A destacar também que ele foi o responsável por abrir o caminho para o crescimento profissional de Alexandre Boeira. No elenco da SASE também estava Cristian Luft, de importante presença por aqui na temporada passada. Sucesso, Javali, de volta à Série Ouro!

Até a próxima!
Sejam felizes, vocês merecem!!!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas