Os perigos do consumo de bebida alcoólica no verão

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

Os perigos do consumo de bebida alcoólica no verão

Verão, sol, piscina, praia, fazem com que as pessoas busquem bebidas refrescantes para aguentar o calor a fim de refrescar o corpo, mas é importante falarmos sobre os problemas quanto ao consumo do álcool nas altas temperaturas.

Existem três mecanismos que explicam os danos associados ao consumo de álcool: toxicidade física, intoxicação e dependência. Tais danos dependem do padrão de consumo pessoal, que se caracteriza pela frequência e quantidade, e pelo contexto em que se bebe (festas, momentos sociais, entre outros ).

Por isso é de extrema importância cuidar da hidratação, pois o álcool tem um efeito diurético. É estimado que a cada grama de álcool consumido sejam excretados 10 ml de água através da urina.

 O consumo de bebidas alcoólicas com o teor de álcool elevado e sem a ingestão de água adicional, poderá causar desidratação, tendo em vista que  no verão esses riscos amentam pois é um período onde aumenta a transpiração para a manutenção da temperatura corporal e com isso aumenta a excreção de água.

Para cada ml de álcool ingerido é necessário que se faça a ingestão de pelo menos duas vezes a ingestão de água.

E para quem está lutando contra a balança é importante moderar e até mesmo evitar o consumo de ácool, pois cada grama de álcool equivalem a 7kcal. Sendo assim, quanto maior a graduação alcoólica, mais calorias vamos encontrar nessa bebida. Por exemplo, uma latinha de cerveja  de 350ml  contém 115kcal em media, já uma dose de vodka contém 120kcal. As caipirinhas mesmo tendo frutas em suas receitas, possuem maior quantidade de álcool e ainda conta com uma dose extra de açúcar.

Contudo, observe o que anda consumindo, aumente a ingestão de água e não esqueça. Se beber não dirija.

 Moderação sempre .......

 

Leia Também A quem interessa a não vinda da Havan? Óleo de cozinha usado. O que fazer? Unidade no essencial Da necessidade do uso da força no embate ao crime