Imagina na Copa!

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe

Estamos a dois dias do segundo jogo da final da Copa do Brasil. Estamos a dois dias de voltar a ser campeão da Copa do Brasil. Na semana passada eu escrevi que o dia 23 estava demorando para chegar, imagina agora o dia 30!

Porém a espera foi recompensada. A espera de 15 anos está sendo recompensada. Com quem eu conversava antes do jogo da última quarta-feira, alguns um pouco receosos com o Grêmio, mas a grande maioria otimista, eu apontava para uma vitória tricolor. Que me desculpem os atleticanos, mas o Galo é um time muito desequilibrado, tem grandes nomes como Robinho e Pratto, mas a defesa deixa muito a desejar, o conjunto não funciona. Tanto que Marcelo Oliveira foi demitido em meio à decisão. E o Grêmio apesar de não ter tanta qualidade individual, tem um grupo consistente. O conjunto funciona e isso é herança do Roger. Foi ele quem deu essa cadência ao Grêmio. Faltava ao Grêmio a consistência defensiva e aí está o mérito do Portaluppi. A defesa parou de tomar gols de bola aérea. O Grêmio é um time. O primeiro gol saiu de uma enfiada de bola do voltante Maícon, e o terceiro, de um cruzamento do zagueiro Geromel. O Tricolor é um time colaborativo, joga com e sem a bola, é organizado em campo e isso está fazendo a diferença na final.

O Grêmio vai ser campeão com Renato Portaluppi e Espinosa. A dupla que nós deu a América e o Mundo pela primeira vez, volta e nos recoloca no caminho dos títulos.

Mas nessa hora eu lembro do Tcheco, do André Lima, Sandro Goiano, Jonas, Diego Souza e tantos outros jogadores que passaram pelo Grêmio e não conquistaram títulos. Também vejamos: Em 2007, quando o Grêmio chegou a uma final, pegou o Boca com o Riquelme na sua melhor fase. Depois disso, em 2008 tinha tudo para ser campeão brasileiro, mas daí na casamata tinha Celso Roth. Em 2010, na semifinal da Copa do Brasil enfrentou o Santos de Neymar e Ganso. Em 2012, mais uma semifinal de Copa só Brasil e pegou o Felipão fazendo a sua última gracinha no futebol. Faltou bastante sorte ao Grêmio nesse período. Esses jogadores citados se dedicaram, vestiram a camisa do Grêmio com honra, mas deram azar do período que estiveram no clube.

Ontem, 27, tomamos 5x1 do rebaixado Santa Cruz. Não dá nada, ninguém deu a mínima para esse jogo, mas o jogo de ontem serviu para mostrar mais uma vez que Wallace Oliveira e Wallace Reis não servem para o Grêmio. Henrique Almeida deixa a desejar, Negueba deixa a desejar e Bolaños poderá ser opção para 2017. O restante do time é gurizada, eles ainda terão tempo para amadurecer seu futebol.

Está chegando a hora, o jejum está acabando, faltam dois dias para invadirmos as ruas, para soltarmos o grito de é campeão e fazer a maior festa que esse estado já viu! Quarta passada, 23, a loucura já foi grande, imagina na Copa!

Leia Também Elo passado-presente-futuro Sujeito descansado Maneiras de usar o floral nesse verão 2018 O Enem para além do "tema"