Cuidando da alimentação no verão

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

No verão, o principal desafio que o corpo enfrenta é manter sua temperatura normal em torno de 36ºC frente às altas temperaturas ambientais, ocorrem mudanças no organismo para que haja adaptação orgânica. Dentre elas, o mecanismo de resfriamento do corpo é essencial, ocorrendo por meio da transpiração, popularmente conhecida como suor. Como transpiramos constantemente, perdemos quantidades consideráveis de água e minerais, como o sódio e o potássio, por isso a importância da hidratação nessa época do ano.

O corpo humano é formado por aproximadamente 60% de água, fundamental para diversas funções vitais do organismo, lembrando que 1 a 2% de perda de água já leva a alterações na função cognitiva, com prejuízos na percepção visual, memória e atenção. Assim, a ingestão de líquidos deve ser constante ao longo do dia e nunca devemos esperar ter sensação de sede, pois esse já é um sinal de desidratação.

Outra mudança do organismo no verão está relacionada à queima de calorias, visto que ocorre uma diminuição da taxa metabólica, ou seja, gastamos menos calorias em repouso. Isso ocorre porque ao contrário do inverno, onde temos que gerar mais calor para aquecer o corpo, no verão não é preciso e assim nossa necessidade calórica diminui e quem quer controlar o peso tem que prestar mais atenção ao que come. Além disso, como o corpo concentra a energia no processo de resfriamento, a alimentação deve ser mais leve para não sobrecarregar seu funcionamento e evitar mal estar.

Portanto, alimentação gordurosa, com muito sal e muitos açucares devem ser evitadas pois o corpo  não gasta a mesma quantidade de calorias  para metabolizar e  manter todas as funções , e é devido a isso que ocorrem muitos problemas digestivos nesse período como indigestão, cansaço , dores de cabeça.

Recomenda-se alimentação mais leve no verão, como frutas, verduras, carnes magras para fornecer a energia necessária ao organismo sem que haja sobrecarga das funções vitais.

Não esquecendo também da reposição de água sempre, e sucos, chás, e outros líquidos não substituem água. 

Leia Também Governador eleito caindo na realidade Bolsonaro, 2019!!! Comer doce vicia? 560 mil quilômetros de histórias e contando