Uma visão sobre o Natal

Postado por: Caroline Garcia Silva

Compartilhe

É chegado o Natal e com ele as pessoas passam a refletir sobre diferentes situações vividas durante o ano que passou. A maneira está relacionada com as crenças religiosas, e com o modo como cada pessoa viveu enquanto criança, com as suas experiências de ser e estar em família e com os outros. Algumas pessoas vivem estes momentos com um sentimento de paz e alegria, outras se deprimem e algumas ainda não atribuem valor nenhum.

O Natal pressupõe um clima de harmonia, de encontro com a família, de amor, de união. Para alguns, porém, isto não tem o mesmo significado e acaba representando uma obrigação, desencadeando a raiva, sofrimento e até reavivando as mágoas. É um período no qual se espera ansiosamente que chegue e ao mesmo tempo de que acabe, que passe rápido, para que a vida volte a sua rotina.

É bem salutar que as pessoas possam tomar consciência de suas expectativas, e acima de tudo, serem realistas; substituam o “valor consumo” pelo “valor emocional”; cuidem-se (aproveitem para promover o seu bem estar psicológico e físico); aprendam a viver o stress, pois o reconhecendo, saberão como se adotar comportamentos saudáveis.

Dentro de uma simbologia, qualquer dia pode ser Natal, pode ser dia de nascer o Filho de Deus em nós. E se poder dar a oportunidade de nascer o Amor, a Fraternidade, a Fé e a Realização.

Um feliz e abençoado NATAL para todos nós.

 

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”