VW Fusca – Série especial Verde Cristalino

Postado por: Júlio César de Medeiro

Compartilhe

Para encerrar o ano, trazemos os detalhes de mais uma série especial do Fusca fabricado no Brasil – o “Verde Cristalino”.

A partir de 1980 a VW do Brasil adotou uma receita um tanto quanto curiosa para destacar as  mudanças na linha de produção dos Fuscas. Lançava séries especiais dos besouros. Foi assim em 1980 com o “Série Prata”, em 1982 com o “Fusca GL”, em 1984 com a “Série Love” e então, no segundo semestre de 1984, lançado já como modelo 1985, a VW apresentou o Fusca “Verde Cristalino”. Oficialmente a fábrica não nomeou a série, que acabou sendo batizada assim pelo público.

Detalhes e acabamentos nada convencionais para o velho e formal Fusca foram experimentados nesta série, a começar pela pintura metálica em tom verde cristalino que cobria quase todos os componentes externos do carro. As rodas aro 14 foram emprestadas do Brasília, pintadas na cor do carro, com sobre aros metálicos e calota copinho. Capas de piscas, aros dos faróis e para-choques também vinham pintados na cor do carro. Os para-choques contavam ainda com os famosos borrachões.

A motorização contava com o bom e confiável boxer 1600cc de dupla carburação refrigerado a ar, todos movidos a álcool nesta série especial. No porta-malas um reservatório para 1,5 litros de gasolina para ajudar na partida a frio.

Finalizando as inovações da série especial Verde Cristalino, faróis de milha fixados no parachoque dianteiro e espelho retrovisor do lado do carona vinham de fábrica. Nenhum adesivo ou indicativo no carro o identificavam como série especial, apenas uma discreta inscrição no manual do proprietário.

Por dentro, algum luxo como bancos com ajuste milimétrico do encosto e tecido cinza aveludado. Apoio de cabeça nos bancos da frente e painel das portas com uma faixa de carpete negro, que também substituía o vinil no assoalho. Completavam o pacote “de luxo” um relógio analógico montado a esquerda do velocímetro e o acendedor de cigarros fixado no painel, bem como a chave dos faroletes e o botão para a injeção de gasolina.

Com todas essas inovações estéticas externas de gosto duvidoso, o carro não agradou muito. Assim que compravam a maioria dos proprietários substituía as peças exclusivas como capas de pisca, para-choques e aros de farol por outras comuns cromadas. Até mesmo as rodas eram trocadas pelas comuns de 15 polegadas. Assim, mesmo que aproximadamente 2.800 unidades tenham sido produzidas, é muito difícil ver um Fusca Verde Cristalino original, o que faz dessa série uma das mais procuradas e desejadas por colecionadores e uma das mais difíceis de ser encontrada.

Finalizamos nosso ano assim, com uma série especial do Fusca. Não poderia ser diferente, pois nossa parceria também é especial. Foi um privilégio poder estar neste espaço com você durante este ano.

Desejo que 2017 seja repleto de felicidade, amor, sucesso e principalmente, que sejamos agraciados com muita saúde e discernimento para bem conduzir nossas vidas.

Feliz ano novo! Grande abraço!

 

Leia Também Demitido por vender vacina da gripe A Como saber se estou correndo rápido? Acordo prevê ações de sustentabilidade na administração pública Ernestina – sempre foi Dona Ernestina