Há 10 anos, Gaúcho jogava seu último campeonato no Wolmar Salton!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!
Atualmente, o Sport Clube Gaúcho está devidamente instalado em um estádio moderno, a BSBIOS Arena. Entretanto, toda uma história de lutas, com vitórias inesquecíveis no palco histórico do Wolmar Salton jamais sairá da lembrança dos fiéis torcedores.
Sou da geração que viu apenas o Gaúcho em campo a partir da metade da década de 80. Porém, não havia como entrar no estádio do Boqueirão sem compreender que havia todo um passado guerreiro a ser valorizado na vida do clube. Por exemplo, foi ali mesmo que há 50 anos (1966) o alviverde se tornou o primeiro clube da região a ingressar na Divisão Especial do estado, com a goleada sobre o Uruguaiana.
Foi ali mesmo que brilhou um time inesquecível dos irmãos Pontes, de Pedro, de Meca, do capitão Raul, do canhão da Serra Bebeto, entre tantos talentos. 
Exatamente naquele palco o Gaúcho fez um jogo espetacular diante do Grêmio em 1976, perdendo por 3x2. Mas, quem viu não se esquece e lendo e ouvindo os relatos conheceremos que Bebeto disparou um balaço que quase furou a rede do goleiro Cejas. Naquela tarde o genial comentarista Lauro Quadros, da Rádio Guaíba, havia iniciado os trabalhos de cobertura dizendo que para o time gremista ser vencedor teria que marcar três vezes, pois dois gols pelo menos o Gaúcho costumava guardar. Acertou em cheio.
E também foi ali que em 1985, com arquibancadas e cadeiras lotadas, o alviverde foi buscar o empate de 1x1 contra o Internacional. Rúben Paz havia inaugurado o marcador há alguns minutos, e, faltando poucos instantes para o final, Sérgio Pontes ingressou pelo setor direito e bateu no canto oposto do goleiro Roberto Costa. Uma grande festa da torcida se verificava e caía o técnico colorado Paulo César Carpegiani. 
Apenas alguns momentos para se registrar, a fim de lembrar que estão se completando agora em 2017 os dez anos da última participação do Gaúcho no Estádio Wolmar Salton. Foi aquela temporada muito difícil, que culminou no rebaixamento e fechamento das dependências (e toda uma sequência que a comunidade recorda).
O Internacional foi o último dos grandes da capital a jogar no local, vindo do recente título mundial, e ganhou por 1x0, com gol de Wellington, de cabeça. O Grêmio estava na outra chave.
Só uma vitória se terá para recordar daquele sofrido 2007 do Periquito. Lutando para permanecer na elite do estado, o guerreiro Sergião lançou-se para o ataque e deu o toque para o gol de alfinete. Com 1x0 sobre o Glória, pelo menos veio a possibilidade de se sonhar com a permanência. Não deu, infelizmente.
As cortinas do Estádio Wolmar Salton se fecharam, porém um novo tempo estaria sendo escrito posteriormente, com a liderança do presidente Gilmar Rosso e apoiadores. O nome antigo, porém, é devidamente valorizado, lembrado na nova e amada casa.  O Gaúcho voltou e será ainda muito forte na BSBIOS Arena, que é um cartão de visita para quem chega a Passo Fundo!
Até a próxima! Próspero 2017!
Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!