A roda da vida: Uma excelente ferramenta para auxiliar nessa virada de ano

Postado por: Vania Carteli

Compartilhe

Além de comprar muitos presentes, preparar a ceia de Natal, viajar no Ano Novo e fazer todas as simpatias possíveis para um ótimo 2017, também podemos melhorar a nós mesmos como seres humanos. O Réveillon é uma data excelente para fazermos uma retrospectiva e análise de nós mesmos. Já reparou que algumas situações sempre se repetem ao longo da vida? Mesmo que mudemos de casa, cidade ou país, sempre aparecerá alguém parecido com aquela pessoa que nos incomoda, por exemplo. Tudo o que nos incomoda no externo, na verdade, é reflexo do que devemos mudar por dentro.

Então, a minha dica para o final de ano é a seguinte: Utilize a ferramenta da RODA DA VIDA reserve um dia antes do dia 31 de dezembro, pode ser qualquer dia no mês. Faça uma análise de si mesmo, sim, anote em um caderno ou agenda e dê notas de 0 a 10 para você mesmo.

ü     Como foram os meus sentimentos durante todo ano de 2016?

ü    Quanto senti de alegria, prazer, raiva, tristeza e entusiasmo?

ü    O quanto me amei?

ü    Como está minha autoestima?

ü    Como foram os meus pensamentos?

ü    Onde coloquei o meu foco?

ü    Gastei a minha energia pensando positivo ou a desperdicei com pensamentos negativos ou banais?

ü    Como foram as minhas atitudes?

ü    Quantas pessoas eu ajudei neste período?

ü    O quanto me ajudei ou quanto foi autossabotagem?

ü    Usei o meu tempo de forma positiva?

ü    Como foram as minhas palavras durante todo o ano de 2016?

ü    Mais palavras foram positivas ou mais negativas?

ü    Fiquei contando problemas e me lamentando ou coloquei foco na solução?

ü    Quanto critiquei e o quanto ajudei com ideias positivas?

ü    E o meu lado espiritual, o que fiz em 2015 para melhorar como pessoa?

ü    Quanto fui grato ao Universo por tudo que tenho e por tudo que sou?

ü    Quanto li ou estudei que me ajudou a crescer e evoluir? 

 
Por meio dos itens citados anteriormente, faça uma retrospectiva. Quais foram os seus acertos? Quais foram os seus erros? O que aprendeu com eles? O que posso recriar e mudar para um 2017 melhor?  Vale a pena tentar e utilize essa poderosa ferramenta a roda da vida, para se autoconhecer.

 

Leia Também 4º Domingo da Páscoa. A quem interessa a não vinda da Havan? Óleo de cozinha usado. O que fazer? Unidade no essencial