DEMISSÃO DE CONCURSADOS À VISTA

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

DEMISSÃO DE CONCURSADOS À VISTA

 

O ano começa com perspectivas muitos ruins para os serviços públicos, no estado. Em breve teremos diversas operações tartaruga, com muitas categorias fazendo corpo mole, em retaliação as decisões do governo, que por sua vez, justifica na crise econômica a necessidade de tantos cortes de benefícios, pagamentos parcelados e atrasados. Os professores estaduais prometem nem começar o ano letivo de 2017.


Isto tudo está acontecendo e vem coisas piores por aí. O funcionalismo público está sendo nocauteado aos poucos e o próximo golpe é demitir concursados,  o que, diferente do que muitos pensam, é possível e previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, depois, é claro, que outras etapas de economia, como demissão de CCs, demissão de terceirizados, congelamento de salários, forem adotadas e se mostrarem insuficientes. 


Portanto, os servidores que se queixam, com razão, do momento, em pouco tempo correm o risco de nem o emprego mais terem para reclamar.

 


SUJO FALANDO DO MAL LAVADOS

 

Numa breve navegada pelas redes sociais, chega a ser cômico ler a opinião de algumas pessoas. A hipocrisia impera na nossa sociedade e é um dos grandes males das relações pessoais. Muitas pessoas sentem necessidade de criticar, detonar quando ficam sabendo que este ou aquele fez algo errado. O engraçado é que estas mesmas pessoas já fizeram coisas muito piores, mesmo assim, se acham no direito de pregar moral e bons costumes. 


Na política então nem se fale, o que tem de gente dizendo que o governo deve fazer isto ou aquilo, mas quando passou por lá ou o seu partido, pouco fez, mas muito contribuiu para o desperdício do dinheiro público, com incompetência e corrupção.

 


CARAZINHO NÃO QUER PRESÍDIO


Perdemos definitivamente milhões de reais, para investir na construção de um presídio estadual na nossa região, simplesmente porque algumas pessoas influentes, no governo do estado, sentaram em cima do projeto.


Que as lideranças de Carazinho não queriam o presídio construído na divisa daquele município com Passo Fundo se sabe desde o começo da discussão. Muito bem, prevaleceu esta vontade e toda uma região sai prejudicada. 


Faltou bom sendo e espírito coletivo, não vivemos em aldeias, as fronteiras do mundo estão caindo, mas aqui, não conseguimos fazer nada, nem no quintal de casa. As pessoas querem que a polícia prenda os bandidos, mas aonde? Se não permitem que uma obra tão importante como esta, saia do papel.

 

     

DIZEM POR AÍ....


Que em breve um grande escritório de investigação particular, com profissionais de peso, será aberto em Passo Fundo e que os crimes que a polícia não consegue esclarecer estão com os dias contados. Será verdade? 

Leia Também Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato O bom samaritano