Por que Passo Fundo ficou sem ambulância do SAMU?

Postado por: João Altair da Silva

Compartilhe

Não consegui entender os critérios do governo Temer para distribuir as ambulâncias do SAMU. Marau, Soledade e Carazinho, receberam ambulâncias. Passo Fundo ficou sem. Pedido houve. A secretaria da saúde do município não dormiu no ponto. Encaminhou o pedido ao governo do Estado que era quem estava com a missão de selecionar os municípios. Há quem diga que faltou ação das lideranças políticas da cidade. Passo Fundo hoje não tem deputado afinado com o governo, mas tem o prefeito Luciano Azevedo. Vi o prefeito de Marau, Iura Kurtz, rasgar elogios para o deputado Zanchin, teria sido o padrinho da conquista no vizinho município.

Nossa ambulância do SAMU está precisando de outra. Nesse final de semana estragou justamente no meio do trecho entre um socorro e o hospital. Ambulância do SAMU é usada para fazer socorro, não é para o transporte de passageiros para consultas, exames e cirurgias em outros municípios. Portanto, município com 200 mil habitantes deveria estar na lista assim como Porto Alegre, Novo Hamburgo, Gravataí e Bento Gonçalves, que foram contemplados.

Se o critério foi político, houve um erro grave. Recursos escassos do poder público devem sempre primar pelo bem da maioria das pessoas e não pela afinidade do governante maior com seus correligionários no interior.   

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito