Realidade do presídio de Passo Fundo não é muito diferente de Roraima e Manaus

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

O programa Frente e Verso de sábado pela Planalto, discutiu a crise no sistema penitenciário do Brasil. O assunto é muito sério e grave, as mortes não param e vão continuar. Além das facções criminosas estarem em guerra, tem toda a situação arcaica das cadeias que só potencializa a situação, pelas condições desumanas, as quais os presos são submetidos. Isto só gera ódio e desejo de vingança, contra o Governo e contra a sociedade também, todos pagamos ou vamos pagar por isto. A realidade aqui na nossa região não é muito diferente do que temos visto pela TV. Hoje cerca de 3.100 pessoas estão presas em 11 presídios, em Passo Fundo está o maior número. O déficit estimado de vagas é de aproximadamente 1.200, ou seja, estão todos empoleirados, como numa lata de sardinha. Além disto, são presídios do século passado, reduzido número de servidores penitenciários para cuidar de tudo. Só falta começarem a se matar também, daí fica idêntico.   

Taxistas apressados dão péssimo exemplo no trânsito

Tenho observado que muitos profissionais do volante não honram o seu trabalho, como deve fazer um bom profissional. Tem muito taxista andando em alta velocidade, sem respeitar a faixa de segurança, passando sinal quase no vermelho, nervosos e ofensivos. São alguns, mas fica feio para a categoria como um todo, afinal os senhores deveriam dar exemplo de educação e segurança. O mesmo serve para alguns motoristas de ônibus. As empresas de transporte coletivo e a prefeitura, como permissionária dos táxis, precisam melhorar a fiscalização e penalizar esses motoristas.

Corrida pela aposentadoria

As mudanças anunciadas pelo Governo, através da reforma previdenciária, deram a largada numa corrida pela aposentadoria. Muitas pessoas que não estavam pensando nisto, estão correndo atrás de toda a documentação para se aposentar e ainda poder usufruir os direitos da legislação, antes das mudanças. O fato é que a reforma é necessária, para evitar que a previdência quebre de vez, mas claro que muitos sairão injustiçados nesta história.

Polêmica desnecessária

O projeto relacionado a empresa BSBIOS, que está na Câmara de Vereadores, deve ir à votação nesta terça-feira. O que a empresa já deu de retorno em receita para o município, paga de longe o terreno em questão. Além disto, gera empregos e movimenta a economia. Riscos existem em todos os negócios, se empresa vai quebrar ou ser vendida daqui a pouco, é outra discussão. Neste momento temos que apoiar quem está aqui ajudando a cidade a prosperar. Na verdade, não precisava ter sido criada esta polêmica, mas quando envolve política é assim mesmo, a velha política...

Leia Também Municípios receberão R$ 44 milhões para salas de vacinação Na escola da Misericórdia A fábula do vestidinho azul Jamais abdicar da democracia!